Estudo etroscilografico da atividade epileptiforme e do ciclo vigilia-sono de ratos adultos submetidos a status epilepticus induzido por pilocarpina durante o desenvolvimento

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1998
Autores
Ferreira, Branca de Lourdes Campos [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Numerosos trabalhos tem demonstrado que o Status Epilepticus durante o desenvolvimento pode induzir ao aparecimento de epilepsia nas fases subsequentes do desenvolvimento de animais de varias especies. Neste trabalho nosso objetivo foi reproduzir esse fenomeno natural para evidenciar as repercussoes no sistema nervoso central e no ciclo vigilia-sono de ratos submetidos ao status epilepticus induzido por pilocarpina durante a fase precoce de desenvolvimento (7º-17º dia) Os principais resultados obtidos serao descritos resumidamente a seguir: 1. Todos os animais da faixa etaria estudada desenvolveram crises epilepticas semelhantes as crises de ausencia observadas em outros modelos experimenatais na fase adulta; 2. Ocorreram acoplados ou nao as crises epilepticas espiculas isoladas e clonias isoladas ou agrupadas; 3. As crises epilepticas foram observadas em todas as fases do ciclo vigilia-sono, exceto nas fases II e III do sono sincronizado; 4. A frequencia ondas durante as crises de ausencia foram semelhantes as do teta, ritmo caracteristico do alerta e sono dessincronizado; 5. Esses animais apresentaram todas as fases do ciclo vigilia-sono compostas por vigilia atenta, vigilia relaada, sono sincronizado (fase I, fase II e fase II), pre-paradoxal e sono dessincronizado; 6. A analise mais acurada mostrou que ocorre alteracoes brutais, nao so do padrao eletroscilografico como tambem dos comportamentos na vigilia e dos padroes da atividade onirica durante o sono dessincronizado; 7. Os ciclo vigilia-sono estavam notavelmente alterados, evidenciados pelo aumento do tempo total de vigilia e exacerbacao dos comportamentos de auto-limpeza e locomocao; 8. Ocorreu ainda nitida dilatacao das fases do sono sincronizado e diminuicao da quantidade de sono dessincronizado. Quando este ocorre, rarissimas vezes observa-se atividade onirica que em geral e de duracao prolongada. Nossos resultados mostraram claramente que o status epilepticus durante o desenvolvimento pode deixar sequelas no sistema nervoso central que podem ser responsaveis pelo aparecimento de epilepsia nas fases subsequente da vida do animal e alteracao do ciclo vigilia-sono
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1998. 131 p. ilus.
Coleções