Influência do número de ondas ou estímulos na análise das ondas F e avaliação da população motoneural envolvida

Show simple item record

dc.contributor.author Nobrega, João Antonio Maciel [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:00:09Z
dc.date.available 2015-12-06T23:00:09Z
dc.date.issued 1997
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1997. 96 p. ilustab.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16079
dc.description.abstract A estenose prematura da sutura sagital é o tipo mais comum de cranioestenoses. Corresponde a mais de 50 por cento dos casos diagnosticados. Na literatura médica disponível, encontramos várias propostas de técnicas cirúrgicas para o tratamento dessa condiçao. Os procedimentos mais frequentemente empregados, em nosso meio, para sua correçao sao a craniectomia total de vértex, proposta por EPSTEIN, EPSTEIN, NEWMAN (l982) e, a cirurgia do "Pi", descrita por JANE et ai. (1978). Entretanto nao encontramos trabalhos publicados em que essas duas técnicas tenham sido comparadas objetivamente. Dessa maneira, analisamos 28 pacientes que foram admitidos para tratamento cirúrgico por estenose prematura da sutura sagital em nosso serviço, nos anos de 1991 a 1997. Houve nítido predomínio de pacientes do sexo masculino, com uma relaçao de 3:l. As idades de nossos pacientes variaram de um a 37 meses, com média de 8,8 meses. As técnicas cirúrgicas empregadas foram: a craniectomia total de vértex em 16 pacientes, a cirurgia do "Pi" em dez pacientes e, a morcelaçao em dois casos. Os resultados operatórios alcançados por cada uma das técnicas propostas sao analisados, usando-se para isso as variaçoes obtidas no índice cefálico, mediante análise estatística. Apresentamos a revisao da literatura abrangendo aspectos históricos, clínicos e de tratamento das cranioestenoses assim como a discussao realizada. Nossas conclusoes foram: 1) As duas técnicas foram efetivas no tratamento da escafocefalia, 2) Embora fosse utilizada em pacientes mais velhos a cirurgia do "Pi" obteve os mesmos resultados que a calvarectomia, 3) As duas técnicas corrigiram o índice cefálico na mesma proporçao quando aplicadas a pacientes de mesma faixa etária, 4) O índice cefálico isoladamente nao serviria como indicador da cirurgia a ser empregada, 5) A idade do paciente foi um critério eficiente na determinaçao da técnica cirúrgica. pt
dc.format.extent 96 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Eletrodiagnóstico pt
dc.subject Neurônios motores pt
dc.subject Condução nervosa pt
dc.subject Nervos periféricos pt
dc.title Influência do número de ondas ou estímulos na análise das ondas F e avaliação da população motoneural envolvida pt
dc.type Tese de livre-docência
dc.identifier.file epm-015765.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account