Show simple item record

dc.contributor.advisorAbucham Filho, Júlio Zaki [UNIFESP]
dc.contributor.authorMaccagnan, Paulo [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:00:07Z
dc.date.available2015-12-06T23:00:07Z
dc.date.issued1998
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 1998. 60 p. ilustab.
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16046
dc.description.abstractNos Previamente mostramos niveis elevados de TSH e perda do incremento noturno TSH em pacientes com necrose hipofisaria pos-parto (sindrome de Sheehan, SS). Com objetivo de examinar essas alteracoes, estudamos os perfis de TSH nas 24 horas, atraves de analises cronobiologica e de cluster, em 9 pacientes com SS (43-61 anos, mediana=52 anos) e 9 controles saudaveis (mulheres, 33-47 anos, mediana=42 anos). Todas pacientes e controles apresentaram ritmo circadiano de TSH, porem nas pacientes com SS a amplitude percentual (em relacao ao mesor) estava diminuida (7,5 por cento vs. 21,3 P<0.0001) e a acrofase acentuadamente deslocada, ocorrendo entre 0315 h e 1515 h e 7/9 pacientes e em 2/9 controles (P=0.057). As pacientes apresentaram secrecao total d TSH nas 24 horas aumentada (6054 n 2293 vs. 2193 n 340 mU/L.min-l, media n EP=0.04) devido a um aumento da secrecao tonica ou nao-pulsatil do TSH (5631 n 2105 1925 n 301 mU/L.min-l, FI-0.026), e nenhuma diferenca na secrecao pulsatil de TSH (424 191 vs. 268 n 41, P=0.82). A contribuicao da secrecao nao-pufsatil em relacao a secrecao total de TSH estava tambem aumentada nas pacientes com SS (93.8 por cento vs. 87.6 por cento , P=0.002). Nenhuma alteracao significante foi encontrada quando analisadas a frequencia, amplitude e duracao dos pulsos de TSH, assim como o intervalo interpico. Quando os parametros de cluster foram analisados individualmente em dois periodos distintos de 12 horas correspondentes a acrofase e nadir, as pacientes apresentaram secrecao nao-pulsatil de TSH aumentada em ambos os periodos, mas nenhuma diferenca foi encontrada na secrecao pulsatii, na frequencia ou na amplitude de pulso do TSH. O incremento da secrecao de TSH durante a acrofase em pacientes com SS foi exclusivamente devido a uma secrecao nao-pulsatil aumentada, oposto aos controles que mostravam incrementos significantes em ambas secrecoes pulsatil e nao-pulsatil de TSH. Em conclusao, pacientes com SS tem secrecao total de TSH elevada devido a um aumento da secrecao tonica de TSH. O ritmo circadiano de TSH esta ainda presente nessas pacientes, mas mostra uma diminuicao da sua magnitude e um marcante deslocamento da acrofasept
dc.format.extent60 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectTireotropinapt
dc.subjectHipopituitarismopt
dc.subjectRitmo circadianopt
dc.titleRitmo circadiano e pulsatilidade da tireotrofina na síndrome de Sheehanpt
dc.title.alternativeCircadian rhythms and pulsalite of tirothrophine of Sheehan's syndromeen
dc.typeTese de doutorado
dc.identifier.fileepm-015732.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramMedicina (Endocrinologia e Metabologia)


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record