Show simple item record

dc.contributor.authorFilardo, Flavia de Almeida [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:00:06Z
dc.date.available2015-12-06T23:00:06Z
dc.date.issued1998
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 1998. 124 p. tabgraf.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16042
dc.description.abstractOBJETIVO: Validar o indice prognostico formulado por Pereira, para complicacao pulmonar no pos-operatorio de cirurgia abdominal alta eletiva, e observar os fatores de risco para mortalidade nesta populacao. TIPO DE ESTUDO: Estudo de coorte retrospectivo durante 19 meses. METODO: Duzentos e oitenta e tres pacientes foram acompanhados desde o periodo pre-operatorio ate a alta de obito. Eles foram submetidos a uma avaliacao pre-operatoria que consistia de questionario clinico, exame fisico, radiograma de torax e espirometria. O tipo de cirurgia, duracao da mesma, tempo de internacao em unmidade de terapia intensiva e tempo de internacao pos-operatoria, foram coletados, assim como a ocorrencia de complicacao pulmonar. RESULTADOS: Foram observadas 69 complicacoes pulmonares (24,4 por cento ). Ocorreram 87 eventos, porque alguns pacientes tiveram mais que uma complicacao pulmonar. Pneumonia foi a complicacao mais frequente e ocorreu em 34 por cento dos casos (30/87), seguido por atelectasia com repercussao clinica em 24 por cento (21/87), broncoespasmo em 17 por cento (l5/87), insufiCiência respiratoria aguda em 13 por cento (11/87), ventilacao mecanica prolongada em 9 por cento (8/87) e infeccao bronquica em 2 por cento (2/87). Na analise univariada, idade superior a 56 anos, tempo cirurgico superior a 210 minutos e pneumopatia cronica foram considerados significantes como fator de risco para complicacao pulmonar no pos-operatorio. A analise de regressao logistica mostrou associacao entre idade superior a 56 anos (p = O,0039), tempo cirurgico superior a 210 minutos (p O,0044) e pneumopatia cronica (p = O,0257) e complicacao pulmonar no pos-operatorio. A frequencia de complicacao pulmonar observada em cada classe, baseada na equacao de Pereira, nao diferiu estatisticamente da esperada, calculada no nosso estudo, mostrando a validacao do indice prognostico. Quando a relacao VEF1/CVF foi utilizada, ao inves dos parametros clinicos, na analise de regressao logistica, houve uma diferenca na ocorrencia de complicacao pulmonar observada para os pacientes da parametros clinicos, na analise de regressao logistica, houve uma diferenca na ocorrencia de complicacao pulmonar observada para os pacientes da classe com VEF1/CVF < 70 por cento , tempo cirurgico inferior a 210 minutos e ausencia de pneumopatia cronica, em comparacao como indice estimado por Pereira. A analise da mortalidade evidenciou doenca clinica associada, numero de dias de intemacao ...(au)pt
dc.format.extent124 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectAbdome/cirurgiapt
dc.subjectFatores de Riscopt
dc.subjectMorbidadept
dc.subjectMortalidadept
dc.titleValidacao de um indice prognostico para complicacoes pulmonares no pos-operatorio de cirurgia abdominal altapt
dc.title.alternativeValidation of a prognostic index for pulmonary postoperative complication after upper abdominal surgeryen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.identifier.fileepm-015728.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusUniversidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicinapt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record