Interpretação anátomo-funcional da linha arqueada (arco de Douglas) no homem

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1998
Autores
Prates, José Carlos [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Tese de livre-docência
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Num estudo da parede anterior do abdome, com particular interesse no seu plano musculo-aponeurotico, em cerca de 500 cadaveres humanos dissecados pelos estudantes do curso medico chegou-se as seguintes conclusoes: A linha arqueada na maioria dos casos e evidente e no homem adulto encontra-se acima da espinha iliaca anterosuperior. A distancia entre a linha arqueada e a sinfise pubica variou de 4.0 a 12-0 cm; variacao visivelmente relacionada ao sexo e ao tipo constitucional. A linha arqueada pode ser uma margem aponeurotica nitida e unica ou apresentando degraus. Na formacao da linha arqueada as vezes podemos distinguir 2 pilares ou arcos entrecruzando-se, o pilar medial representado por feixes aponeuroticos do m. transverso e o lateral por feixes do m. obliquo interno. A linha arqueada de acordo com as observacoes esta intimamente relacionada a forma da pelve ossea, ao seu desenvolvimento na especie humana e igualmente a posicao ereta. Deve-se abandonar a descricao de que abaixo da linha arqueada as aponeuroses dos mm. obliquo interno e transverso deixam a lamina posterr para se juntarem a anterior na frente do m. reto
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1998. 60 p. ilus.
Coleções