Show simple item record

dc.contributor.advisorBelfort, Rubens Junior [UNIFESP]
dc.contributor.authorFerreira, Rosane da Cruz [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T22:59:55Z
dc.date.available2015-12-06T22:59:55Z
dc.date.issued1998
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 1998. 160 p.
dc.identifier.urihttps://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15877
dc.description.abstractOBJETlVoS: ldentificar a percentagem, de famil,a,s com @S de um membro afetado por estrabismo (casos familiares) e a prevalencia do estrabismo em familiares de criancas estrabicas, sendo tres criterios de diagnostico (dxl,dx2,dx3), desde os criterios mais restritos ao mais abrangente. identificar (dx2 e Percentagem de familias que apresentam diferentes tipos de estrabismo entre seus membros e identificar o modelo de heranca genetico mais provavel, segundo os tres niveis diagnosticos. PACIENTES' MATERIAL E METODOS:Foi realizado um estudo prospectivo para o qual foram selecionados como propositos os pacientes que apresentaram um desvio manifesto comitante primario. Todos os Propositos e familiares disponiveis foram submetidos a avaliaCaO Oftalmologica e ortoptica completa. O estrabismo foi diagnosticado segundo tres diferentes criterios: dxl compreendeu somente desvios horizontais manifestos e/ou qualquer desvio vertical; dx2 incluiu, alem dos individuos afetados por dxi, os que apresentaram esoforias maiores ou iguais a 7 dioptrias Prismaticas e exoforias maiores ou iguais 9 e dx3 incluiu alem dos individuos afetados por dx I e dx2, os que apresentaram, amplitudes fusionais anornais, relaCaO convergencia acomodativa/acomodacao superior a 5 A/D, estereopsia inferior ou igual a I 00 segundos de arco, teste das 4 dioptrias Prismaticas e teste duplo de Maddox com respostas anormais. os heredogramas das familias foram desenhados e estudados e a analise da segregacao genetica do estrabismo foi realizada por programa de computador especifico. RESULTADOS: Cento e dez propositos identificaram 107 familias, constituindo um total de 439 individuos examinados. A percentagem de casos familiares foi de 25,23 por cento em dxl, 36,45 por cento em dx2 e 72,9 por cento em dx3. A prevalencia de familiares dos propositos que tambem foram considerados afetados por dx l foi de 8,5 I por cento , por dx2 de 13,07 por cento e por dx3 36,78 por cento . Em 46,1 por cento das familias estudadas, foram encontrados tipos diferentes de estrabismo entre seus membros. A analise dos heredogramas evidenciou percentagem de transmissao vertical em 13,08 por cento das familias segundo dxl, em 21,49 por cento segundo dx2 e em 51,40 por cento segundo dx3, nao tendo sido encontrada consanguinidade em nenhuma das familias estudadas. A analise da segregacao genetica rejeitou a hipotese de heranca mendeliana simples..(truncado..)pt
dc.format.extent160 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectEstrabismo/genéticapt
dc.subjectGenéticapt
dc.subjectEsotropiapt
dc.subjectExotropiapt
dc.titleAspectos genéticos em estrabismopt
dc.title.alternativeGenetic aspects in strabismusen
dc.typeTese de doutorado
dc.identifier.fileepm-015549.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
unifesp.graduateProgramOftalmologia e Ciências Visuais


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record