Artéria tireóide superior: origem, ramos colaterais e glandulares no humano adulto

Show simple item record

dc.contributor.advisor Prates, José Carlos [UNIFESP]
dc.contributor.author Itezerote, Ana Maria [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T22:59:51Z
dc.date.available 2015-12-06T22:59:51Z
dc.date.issued 1998
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1998. 75 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15834
dc.description.abstract As controversias nos textos de anatomia e cirurgias referentes a origem da arteria tireoidea superior, seus ramos colaterais e glandulares, bem como suas medidas, nos levaram a estuda-la de forma sistematica. A pesquisa foi realizada no laboratorio de Anatomia Descritiva e Topografica da Universidade Federal de São Paulo, onde dissecamos 110 arterias tireoideas superiores, de cadaveres de individuos brancos e nao brancos, adultos, conservados em solucao de fbrmalina a 10 por cento . Localizamos inicialmente a sua origem, seguida de seus ramos colaterais e glandulares e finalmente iniciamos suas medidas. A arteria tireoidea superior esteve presente em 100 por cento das observacoes. Sua origem mais constante foi na carotida externa (67,3 por cento ), seguida da carotida comum (l6,4 por cento ), e da bifurcacao carotidea (l5,4 por cento ), encontramos ainda um caso (O,9 por cento ) a direita com um Tronco Tireolinguofacial. O numero de ramos colaterais variou de dois a quatro, sendo mais frequente tres ramos (47,3 por cento ), seguido de dois ramos (30,9 por cento ) e de quatro ramos (21,8 por cento ), dentre eles a arteria laringea superior (33,1 por cento ) e o ramo cricotireoideo (32.0 por cento ) fbram os mais frequentes. Observamos o ramo infra-hioideo nascendo da arteria lingual (l,8 por cento ), e a arteria laringea superior originando da carotida externa com o mesmo percentual. O numero de ramos glandulares variou de dois (38,2 por cento ) a tres ramos (61,8 por cento ) - O comprimento da arteria tireoidea superior, no lado direito foi em media de 31,7 mm, com mediana de 32 mm e desvio padrao de 11,2 mm; e no esquerdo media de 33,7 mm, mediana de 32 mm e desvio padrao de 10,1 mm. A distancia do polo superior da glandula tireoide ao como maior do osso hioide teve como media no lado direito 49 mm, mediana de 48 mm e desvio padrao de 14 mm; e no esquerdo 48 mm de media, mediana de mesmo valor e desvio padrao de 9 mm; A distancia do polo superior da glandula a origem da arteria tireoidea superior teve media no direito foi 35,6 mm, mediana de 35 mm e desvio padrao de 10 mm; e esquerdo media de 35 mm, mediana de 35,6 mm e desvio padrao de 8mm; a distancia entre a origem da arteria tireoidea superior ao corno maior do osso hioide no lado direito Obteve media 14,6 mm,, 13 mm de mediana e 6 mm de desvio padrao; e no esquerdo 8,2 mmr mediana de 7 mm de desvio padrao de 5,5 mm- A medida que vai da Origem da ...(au) pt
dc.format.extent 75 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Anatomia pt
dc.subject Glândula tireóide/irrigação sanguínea pt
dc.subject Anatomy en
dc.subject Thyroid gland/blood supply en
dc.title Artéria tireóide superior: origem, ramos colaterais e glandulares no humano adulto pt
dc.title.alternative Superior thyroid artery: origin, colateral and gland branches in adult human en
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-015502.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account