Evolucao dos sintomas vocais em professoras portadoras de disfonia funcional, submetidas a terapia fonoaudiologica em grupo

Show simple item record

dc.contributor.author Telles, Marilia de Queiroz [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T22:59:36Z
dc.date.available 2015-12-06T22:59:36Z
dc.date.issued 1997
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1997. 155 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15583
dc.description.abstract Este estudo foi realizado com 25 professores do sexo feminino, da faixa etaria entre 20-40 anos, com uso vocal medio diario de sete horas, diagnosticadas portadoras de disfonia funcional. Com base no relato de cada professora pretendeu-se verificar a incidencia e a evolucao dos sintomas vocais em tres diferentes momentos: antes, durante e ao termino da terapia fonoaudiologica em grupo. A cada um desses tres momentos, designados por EV1, EV2 e EV3, as professoras foram avaliadas e acompanhadas atraves de exame otorrinolaringologico, do levantamento de habitos e atitudes de higiene vocal, da investigacao da quantidade e modalidades de uso da voz, da auto-apreciacao e percepcao da sua producao vocal e da incidencia e frequencia de manifestacao sintomas vocais. Observou-se que em EV1, dentre os tres sintomas vocais pesquisados, os que apresentaram a mais alta incidencia foram os sintomas auditivos (72,40%), seguidos dos em funcao do uso vocal (61,33%) e dos sensoriais (47,48%); ficando desta feita demonstrada a estreita relacao desses sintomas com a producao e o comportamento vocal e a prevalencia dos relacionados com a atitude e comportamento de esforco vocal. Em EV2 os sintomas em funcao do uso vocal apresentaram a incidencia mais alta (36,88%), seguidos dos auditivos (28,82%) e dos sensoriais (26,78%). Em EV3, os sensoriais apresentaram a incidencia mais alta (47,48%), seguidos dos em funcao do uso vocal (26,78%) e dos auditivos (9,78%). Dentre os sintomas vocais pesquisados, os auditivos, de maior incidencia, foram os que manifestaram evolucao mais favoravel; tendo obtido os melhores indices percentuais de recuperacao por referencias a modalidade de ocorrencia de desaparecimento, tanto em EV2 como em EV3, ficando demonstrada a eficacia da terapia fonoaudiologica que por estar baseada na percepcao das professoras levam-nas a romper com seus habitos, padroes e atitudes vocais inadequados, conscientizando-as da variacao do gesto respiratorio em funcao das diferentes modalidades do uso da voz pt
dc.format.extent 155 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Distúrbios da Voz pt
dc.subject Percepção da Fala pt
dc.subject Transtornos da Comunicação pt
dc.title Evolucao dos sintomas vocais em professoras portadoras de disfonia funcional, submetidas a terapia fonoaudiologica em grupo pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-015239.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account