Analise de programa sistematico de transplante renal realizado em hospital nao universitario

Nenhuma Miniatura disponível
Data
1997
Autores
Santana Junior, Antonio Macedo [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Dissertação de mestrado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
O transplante e a melhor forma de tratamento para pacientes portadores de insufiCiência Renal Cronica, oferecendo melhor qualidade de vida e melhor relacao custo-efetividade que outras modalidades terapeuticas. Analisamos 117 transplantes (Txs) renais realizados no primeiro ano de programa sistematico, em hospital nao universitario, tendo como fonte de financiamento o SUS- Sistema Unificado de Saúde. Foi realizado analise de sobrevida, complicacoes pos-operatorias, intercorrencias do primeiro ano pos-transplante (Tx), reabilitacao profissional e levantamento dos custos envolvidos. A sobrevida atuarial de um ano do paciente nos Txs com doador vivo e cadaver foi, respectivamente, 100% e 85% e, a sobrevida do enxerto de 87% e 78%. Dos 117 Txs, 57 (48,8%) evoluiram sem intercorrencias pos-operatorias e tempo medio de internacao de 12 dias. Dez pacientes evoluiram com NTA, 21 rejeicao aguda celular (RAC), 05 rejeicao vascular (RAV) e 22 com multiplas intercorrencias. Ocorreram 45 reinternacoes, sendo 35 no 1o semestre e 10 no 2o semestre, 16 de causa imunologica, 06 por nefrotoxicidade por CSA, 08 por complicacoes cirurgicas, 11 por complicacoes infecciosas e 04 outras. Apos um ano de Tx, 21% dos pacientes haviam retornado ao trabalho. O custo medio do Tx foi R$ 5.971.77. A cirurgia do doador custou R$1.956.10. O Tx que evoluiu sem intercorrencia custou R$ 4.933.42, sendo.o custo adicional medio gerado por Tx quando ocorreu NTA, RAC e RAV, respectivamente, R$ 818.15, 660.89 e 7.110.35. Pacientes com multiplas intercorrencias apresentaram custo adicional de R$ 2.986.68. O custo do 1o ano do Tx que evoluiu sem intercorrencias foi R$ 14.11.61. A remuneracao medica estimada foi 2,5 vezes superior a estabelecida pelo Piso Salarial Nacional. A implementacao de programa de Tx renal efetivo, regular e economicamente viavel depende de uma equipe constituida por poucos membros e com vasta experiencia, baixo custo de enfermaria hospitalar, vinculacao a servico de Tx tradiconal e remuneracao especifica para as intercorrencias pos-operatorias. Apesar da efetividade terapeutica o indice de retorno ao trabalho e baixo
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 1997. 79 p.
Coleções