Emprego de saliva como material clinico para pesquisa de anticorpos dirigidos contra o virus A da hepatite (VHA)

Show simple item record

dc.contributor.author Oba, Isabel Takano [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T22:59:30Z
dc.date.available 2015-12-06T22:59:30Z
dc.date.issued 1997
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1997. 79 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15512
dc.description.abstract A possibilidade de identificar infeccoes presentes ou passadas atraves de testes utilizando-se fluidos corporeos que seriam mais facilmente coletados do que o sangue (principalmente em criancas), facilitaria grandemente a investigacao e o acompanhamento de surtos de Hepatite A que ocorrem com muita frequencia em nosso meio. Nosso estudo foi desenvolvido com a finalidade de avaliar a deteccao dos anticorpos anti-VHA da classe IgA, IgG e IgM em amostras de saliva utilizando amostras de soro como padrao. Foram estudadas 60 amostras pareadas de saliva e de soro e, destas amostras: (a) 45, colhidas na fase aguda da doenca, foram selecionadas e testadas para anti-VHA IgM, utilizando um conjunto comercial, (b) 59, colhidas de individuos com ou sem suspeita clinica de hepatite A, foram testadas para o anti-VHA IgG, utilizando outro conjunto comercial e (c) 44, foram testadas para o anti-VHA IgA utilizando reagentes preparados em nosso laboratorio. No teste para a deteccao do anti-VHA IgM, as 45 amostras testadas tanto na saliva como no soro apresentaram resultados identicos, revelando sensibilidade e especificidade de 100%. O anti-VHA IgG foi detectado em 44 (74,5%) amostras de soro e em 37 (62,7%) amostras de saliva. Nao foi observada nenhuma amostra de saliva falso positiva no teste, apresentando sensibilidade de 84% e especificidade de 100%. O anti-VHA IgA foi detectado em 27 (61,3%) amostras de soro e em 22 (50%) amostras de saliva. No teste, nao foi observada nenhuma reacao falso positiva para amostras de saliva, revelando sensibilidade de 81,5% e especificidade de 100% (em relacao a IgG). A concordancia entre os resultados das amostras de saliva e soro na deteccao dos anticorpos foi alta, sugerindo que amostras de saliva possam ser substituidas pelo soro para o diagnostico de infeccao aguda pelo VHA e para selecionar os individuos candidatos a vacinacao contra o VHA pt
dc.format.extent 79 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Hepatite A pt
dc.subject Saliva pt
dc.subject Imunoglobulina A pt
dc.subject Imunoglobulina G pt
dc.subject Imunoglobulina M pt
dc.title Emprego de saliva como material clinico para pesquisa de anticorpos dirigidos contra o virus A da hepatite (VHA) pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-015156.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account