Anaplastic meningioma: case report

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2001-12-01
Autores
Falavigna, Asdrubal [UNIFESP]
Santos, José Augusto Nasser dos [UNIFESP]
Chimelli, Leila
Ferraz, Fernando Antonio Patriani [UNIFESP]
Bonatelli, Antonio de Padua Furquim [UNIFESP]
Orientadores
Tipo
Artigo
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Intracranial meningiomas continue to challenge our best clinical efforts to eliminate them once discovered and deemed appropriate for treatment. Malignant meningiomas constitute 10% to 15% of all meningiomas and limited information exists regarding adjuvant treatment. The external whole brain irradiation is recommended. Traditional chemotherapy has proven ineffective; thus, new chemotherapeutic agents and new methods of delivery should be developed. Immunotherapy may be considered for patients with malignant meningiomas when all others previous treatment have failed. We report a case of anaplastic papillary meningioma. A 67-year-old man presented with partial complex seizures, headache and aggressiveness. A computerized tomography and magnetic resonance image demonstrated a large left temporo-occipital mass with difuse contrast enhancement and extensive surrounding edema. A left temporo-occipital flap was performed. The tumor and the infiltrated dura were radically removed. Postoperatively, the patient remained neurologically intact. The treatment was complemented by external whole brain radiation.
O tratamento adequado para os pacientes com meningiomas intracranianos continua sendo um desafio, principalmente o de sua variante maligna, a qual tem incidência de 10% a 15%, sem uma certeza do melhor tratamento adjuvante. É indicado o uso da radioterapia externa holocraniana. O uso da quimioterapia tradicional se mostra ineficaz, havendo necessidade de estudos para desenvolver outros agentes quimioterápicos e novos métodos de administração desses agentes no tumor cerebral. A imunoterapia pode ser considerada para os casos de refratariedade aos outros tratamentos adjuvantes. Relatamos o caso de um paciente de 67 anos, com história progressiva de cefaléia, crises convulsivas parciais complexas e agressividade. A investigação radiológica com tomografia computadorizada e ressonância magnética evidenciaram um processo expansivo na região temporoccipital esquerda com contrastação difusa e edema peritumoral importante. Foi realizada craniotomia frontoparietotemporal esquerda com remoção radical da dura-máter infiltrada e do tumor. O paciente evoluiu sem déficit neurológico no pós-operatório. O exame anatomopatológico foi compatível com meningioma maligno do tipo papilar. Foi instituído tratamento complementar com radioterapia externa holocraniana.
Descrição
Citação
Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 59, n. 4, p. 939-943, 2001.