Show simple item record

dc.contributor.advisorLinhares, Marcelo Moura [UNIFESP]
dc.contributor.authorSousa, Marcelo Goncalves [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T22:54:35Z
dc.date.available2015-12-06T22:54:35Z
dc.date.issued2008
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2008. 70 p.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10436
dc.description.abstractObjetivo: Avaliar os fatores de risco de perda do enxerto pancreático, até três meses de pós-operatório do transplante simultâneo pâncreas/rim. Métodos: Estudaram-se, retrospectivamente, 170 doentes, submetidos ao transplante simultâneo pâncreas/rim. Trinta e seis variáveis foram selecionadas para o estudo, sendo vinte e duas dos receptores, dez dos doadores e quatro variáveis relacionadas com o procedimento cirúrgico. Para determinação da sobrevida do enxerto pancreático, foram avaliadas as datas dos transplantes, as últimas consultas e as datas dos óbitos, além do estado atual dos doentes (vivos ou mortos) e do órgão (funcionante ou não-funcionante). Para determinação da perda pancreática aos três meses, todas as variáveis independentes foram confrontadas com a variável dependente perda pancreática aos três meses, excluindo as perdas por óbito, por meio de análises univariadas; aquelas que apresentaram significância estatística foram analisadas em conjunto pela técnica da regressão logística múltipla, na tentativa de desenvolver um modelo matemático capaz de predizer a perda precoce do enxerto. Resultados: Nas análises univariadas, as seguintes variáveis apresentaram significância estatística, quando confrontadas com a perda pancreática aos três meses: tempo de isquemia fria do rim, doadores mais velhos, doadores com cor não branca, causa morte do doador de origem cardiocerebrovascular, infecção de ferida operatória e tempo de internação prolongada do receptor. Porém, com a análise multivariada, somente as variáveis idade do doador e tempo de isquemia fria do rim permaneceram no modelo final de perda precoce do enxerto pancreático. Conclusão: Baseado nos resultados desta investigação pode-se concluir que: a idade do doador e o tempo de isquemia fria do rim são fatores independentementes relacionados com a perda pancreática até os três meses no transplante simultâneo pâncreas/rim..pt
dc.format.extent70 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectTransplante de Pâncreaspt
dc.subjectTransplante de Rimpt
dc.subjectRejeição de Enxertopt
dc.subjectFatores de Riscopt
dc.subjectDiabetes Mellitus Tipo 1pt
dc.subjectAnálise Multivariadapt
dc.subjectPancreas Transplantationen
dc.subjectKidney Transplantationen
dc.subjectGraft Rejectionen
dc.subjectRisk Factorsen
dc.subjectDiabetes Mellitus, Type 1en
dc.subjectMultivariate Analysisen
dc.titleAnálise multivariada dos fatores de risco de perda precoce do enxerto pancreático no transporte simultâneo pâncreas/rimpt
dc.title.alternativeMultivariate Analysis of Risk Factors for Early Loss of Graft Pancreatic in simultaneous Pancreas Transplant / Kidneyen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.identifier.fileepm-0030914292743.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record