Validação por PCR em tempo real meta-análise e imuno-histoquímica de genes diferencialmente expressos em mieloma múltiplo identificados pela técnica de análise serial do perfil de expressão gênica (SAGE)

Nenhuma Miniatura disponível
Data
2009
Autores
Felix, Roberta Spetic [UNIFESP]
Orientadores
Colleoni, Gisele Wally Braga [UNIFESP]
Tipo
Tese de doutorado
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Resumo
Introdução: A análise serial do perfil de expressão gênica (SAGE) permite a identificação de genes expressos em um determinado tecido e também informa sobre o nível de expressão desses genes. No presente estudo, foram geradas duas bibliotecas de SAGE, uma representativa de plasmócitos normais e outra de plasmócitos neoplásicos, a fim de identificar genes diferencialmente expressos em mieloma múltiplo (MM). Material e Métodos: Os plasmócitos normais foram obtidos a partir de sorting magnético de 20 tonsilas palatinas e os plasmócitos neoplásicos foram obtidos de medula óssea de dois pacientes com MM IgGκ recém-diagnosticados. Resultados: Obtivemos 29.918 etiquetas (tags) de SAGE a partir da biblioteca normal e 10.340 SAGE tags da biblioteca tumoral. Análises de bioinformática identificaram 46 genes hiperexpressos na biblioteca tumoral em relação à biblioteca normal. Dez desses genes hiperexpressos foram selecionados para uma investigação mais aprofundada. A expressão diferencial desses genes foi validada por PCR quantitativo em tempo real, em amostras de plasmócitos obtidos de medula óssea de 31 pacientes com MM ao diagnóstico e em três controles normais (três pools de tonsilas palatinas). P53CSV, DDX5, MAPKAPK2, RANBP2 foram identificados com hiperexpressão em pelo menos 50 por cento dos casos testados. Os quatro genes também foram identificados como hiperexpressos em MM quando comparados a plasmócitos normais em uma meta-análise utilizando a ferramenta ONCOMINE, que compreende um banco de dados com estudos de expressão gênica em tecidos tumorais e normais utilizando microarray. Anticorpos específicos para DDX5, RANBP2 e MAPKAPK2 foram usados em tissue-microarray (TMA) contendo 57 casos de MM e confirmaram a expressão dessas proteínas em 74, 96, e 21 por cento das amostras, respectivamente. Conclusões: A análise da expressão diferencial utilizando SAGE conseguiu identificar genes possivelmente importantes para a tumorigênese do mieloma (P53CSV, DDX5, MAPKPK2 e RANBP2) e que potencialmente possam ser explorados como alvos terapêuticos nessa doença..
Descrição
Citação
São Paulo: [s.n.], 2009. 95 p.