Especialização em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 1 de 1
  • Item
    A luz do Yoga como um caminho de autoconhecimento e sua relação com uma parte da vida, chamada morte
    (Universidade Federal de São Paulo, 2021-12-09) Santos, Ana Guiomar dos [UNIFESP]; Rojo, Marcus Vinícius [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/8364352829571027
    Introdução. Este percurso teve o propósito de conhecer o significado do Yoga e a compreensão da morte na visão desta filosofia. O Yoga nasceu na Índia, é uma tradição milenar, cuja origem se perde no tempo. Seus ensinamentos se iniciaram de forma oral por sábios, e foram sendo retransmitidos a cada geração. Yoga é um conjunto de profundos conhecimentos que envolvem saúde física, mental e espiritual; preceitos éticos e filosofia de vida. Nesta pesquisa será possível conhecer qual a relação dos conhecimentos do Yoga com uma parte da vida, chamada: morte. Parte esta que, por vezes, pode inspirar medo, ou rejeição. Segundo o Yoga, quem não está em sua plenitude com o viver, pode ter problemas ao deparar-se com esta parte da vida: a morte. Objetivo. Pesquisar os ensinamentos da filosofia do Yoga e como eles podem auxiliar a lidar com a passagem da morte física. Na filosofia do Yoga, a passagem da morte é considerada um processo evolutivo necessário, que pode ser vivido com equilíbrio, mesmo diante do sofrimento que possa apresentar. Todos os fatos da vida, na filosofia yogue, são vistos como experiências, que possibilitam uma compreensão e também um aprendizado. Uma vez que, no Yoga a essência de cada ser é eterna e vai além da morte física. Método. Estudo teórico da filosofia yogue, por meio de livros e estudos sobre a cultura indiana. Com ênfase na Katha Upanisad, nos Sutras de Patanjali e em pesquisas científicas acadêmicas. Resultados. O Yoga com suas práticas físicas de asanas e pranayamas, com suas técnicas meditativas e com sua filosofia, amplia a consciência do ser humano para uma maior percepção e compreensão de si mesmo e, consequentemente, para uma percepção mais ampla dos processos de vida e morte. Isto poderá trazer maior equilíbrio para o ser humano, perante os desafios das perdas enfrentadas ao longo da vida. Considerações finais. Este estudo representa um pouco do vasto universo do Yoga, e que ele possa proporcionar um senso de unidade e ajude as pessoas a se conectarem consigo mesmas e a trilharem um caminho que conduz o indivíduo a manter-se num estado de calma e presença, pois, os estímulos sensoriais direcionam uma saída para fora de si mesmo. Yoga conduz ao processo de descobrir esta essência que habita dentro de cada ser, e que estará com ele além da eternidade, e que a morte não é o fim, mas uma transição, de um nível de consciência material para um nível mais sutil.