Logo

Submissões Recentes

Item
Acesso aberto (Open Access)
Avaliação das respostas fisiológicas e da aplicabilidade do Incremental Shuttle Walk Test em pacientes com a Síndrome Pós-Covid tardia
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-07-04) Santos, Isabelle Xavier dos [UNIFESP]; Vidotto, Milena Carlos [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/0334734747375995; http://lattes.cnpq.br/6600347025472648; Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Introdução: A Síndrome Pós-COVID caracterizada por uma variedade de sintomas persistentes após a infecção aguda pelo coronavírus, representa um desafio significativo para a saúde pública. Muitos pacientes relatam fadiga, dispneia e diminuição da capacidade funcional, afetando sua qualidade de vida. O Incremental Shuttle Walk Test (ISWT) é um teste de caminhada amplamente utilizado na avaliação de pacientes com doenças cardíacas ou pulmonares, capaz de proporcionar um estresse cardiorrespiratório padronizado para todos os indivíduos, possibilitando a detecção de sinais importantes que afetam a tolerância ao exercício físico. Objetivo: Investigamos as respostas fisiológicas e a aplicabilidade do Incremental Shuttle Walk Test (ISWT) em pacientes que apresentaram a Síndrome Pós-COVID. Método: Trata-se de um estudo transversal envolvendo pacientes recrutados em um ambulatório especializado, com idade superior a 18 anos, de ambos os sexos, que apresentaram diagnóstico da Síndrome Pós-COVID. Durante a avaliação inicial, foram coletadas informações sobre dados antropométricos, comorbidades e histórico da COVID-19. Após isso, os participantes foram submetidos ao ISWT. Foram registradas antes e após o teste as variáveis fisiológicas, como frequência cardíaca (FC), pressão arterial (PA), saturação de oxigênio e a percepção subjetiva de esforço em relação à dispneia e fadiga muscular, utilizando a Escala de Borg. Resultados: Dezesseis indivíduos foram avaliados. A média de idade dos pacientes foi de 61,4 anos, com 75% do grupo sendo homens (n=12). A maioria dos participantes relatou ser praticante de atividade física (81,2%). A distância média percorrida no Incremental Shuttle Walk Test (ISWTD) foi de 54% do previsto, enquanto a FC máxima alcançada foi em média 71,2% da FC prevista. Não houve interrupção voluntária do teste por parte dos participantes; todos os testes foram finalizados com base no critério de resposta à carga cardiorrespiratória imposta pelos padrões dos ritmos sonoros utilizados. Conclusão: O Incremental Shuttle Walk Test mostrou-se uma ferramenta promissora para a avaliação da capacidade funcional em pacientes com Síndrome Pós-COVID. Seus resultados podem auxiliar na estratificação de risco, no planejamento de intervenções e no monitoramento da progressão da doença nessa população. Futuras pesquisas são necessárias para validar esses achados e explorar ainda mais o papel do ISWT na gestão da Síndrome Pós-COVID.
Item
Acesso aberto (Open Access)
Dentre os muros da escola: uma análise sobre o processo de construção do saber a partir das inúmeras facetas da arte como forma de aprendizado
(Universidade Federal de São Paulo, 2024) Sabino, Angélica Souza; Pereira, Alexandre Barbosa; http://lattes.cnpq.br/9605611752948124
Este trabalho busca explorar as diversas formas de aprendizado proporcionadas pela integração da arte no ambiente educacional, conduzindo uma análise sobre um modelo de ensino que vai além das estruturas tradicionais da sala de aula. A Escola Central de Guarulhos serviu como cenário para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), oferecendo uma perspectiva única sobre como o ambiente escolar pode se tornar um espaço de aprendizagem dinâmico e inovador, utilizando ferramentas educacionais inspiradas nas diferentes expressões artísticas. Este estudo destaca a importância de trazer essa abordagem centrada na arte para o centro das análises, reconhecendo-a como uma força motriz capaz de revitalizar e enriquecer o processo educacional. Ao explorar as potencialidades da educação artística, este trabalho busca promover uma reflexão sobre como tornar o aprendizado mais engajador, significativo e inclusivo para os alunos, desafiando as limitações do paradigma educacional tradicional
Item
Acesso aberto (Open Access)
Reflexões sobre a prática da arte e da escuta na educação infantil
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-07-28) Souza, Isabelle Lopes de [UNIFESP]; Araujo, Betania Libanio Dantas de [UNIFESP]; http://lattes.cnpq.br/3104010388590983
Este trabalho é um relato de experiência sobre minha atuação como professora de crianças de 5 e 6 anos em uma escola particular no interior de São Paulo, seguindo a abordagem Reggio Emilia. Focado em práticas docentes que promovem investigações a partir dos questionamentos das crianças, o estudo utiliza a escuta ativa e registros para planejar projetos e espaços educativos. O objetivo é contribuir para a Educação com transformações práticas, oferecendo às crianças oportunidades de investigação com o professor como parceiro. O relato é fundamentado em autores como Edwards, Gandini, Forman, Rinaldi e Rodari. O trabalho detalha a importância das artes visuais, o conceito de fantasia e o papel do ambiente como terceiro educador, além de contextualizar o surgimento dos ateliês em Reggio Emilia e a integração entre o papel do professor e do atelierista.
Item
Acesso aberto (Open Access)
Museu Municipal João Batista Conti: uma análise do processo de patrimonialização da edificação e de seu discurso expositivo (1958-2024)
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-07-08) Oliveira, Leticia Emanuele Garcia; Paiva, Odair da Cruz; http://lattes.cnpq.br/0579359295517355; http://lattes.cnpq.br/3188531079384633
O presente trabalho tem o intuito de realizar uma análise sobre o Museu Municipal João Batista Conti localizado no município de Atibaia – São Paulo. Originalmente, o edifício era uma Casa de Câmara e Cadeia. O trabalho analisará a edificação tanto em termos de sua arquitetura original e das perspectivas arquitetônicas que influenciaram sua transformação, quanto sua conversão em espaço musealizado, investigando as intervenções realizadas e suas implicações para a memória coletiva da comunidade local. A transformação desse edifício em museu, embora tenha levado à sua descaracterização, ainda proporciona um espaço importante para a comunidade se conectar com sua identidade. O reconhecimento e preservação do Museu Municipal João Batista Conti enquanto um lugar de memória fortalece a identidade cultural da comunidade, destacando a importância em valorizar e proteger esses pequenos lugares, especialmente em tempos de rápida mudança e modernização. Esta pesquisa, portanto, não só contribui para a análise acadêmica, mas também busca sensibilizar a população sobre a preservação do patrimônio cultural, proporcionando um sentimento de pertencimento e responsabilidade coletiva.
Item
Acesso aberto (Open Access)
Menina hoje, cientista amanhã: incentivos para educação e emancipação de gênero na infância
(Universidade Federal de São Paulo, 2024-06-15) Santos, Samara [UNIFESP]; Finco, Daniela; http://lattes.cnpq.br/5868721280642490; http://lattes.cnpq.br/4326655036476904
Este trabalho de conclusão de curso trata da importância do incentivo para meninas no campo das Ciências e Tecnologias, refletindo sobre estratégias de educação para o empoderamento feminino, desde a pequena infância. Parte da apresentação da minha experiência no contexto do Programa Institucional de Iniciação à Docência (PIBID) na Educação Infantil, com a participação no projeto da Banca da Ciência (BC), que teve a intenção de viabilizar a divulgação das ciências de forma lúdica e interativa em escolas públicas de Guarulhos. Os procedimentos metodológicos deste trabalho envolvem a pesquisa documental, com análise de publicações nacionais e internacionais, como a "Agenda 2030" da Organização das Nações Unidas - ONU Brasil (2015) e o documento "Decifrar o código: educação de meninas e mulheres em ciências, tecnologia, engenharia e matemática - STEM" da Unesco (2018). Assim como realiza um levantamento e análise de pesquisas no Banco de Teses e Dissertações de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e artigos do Banco Periódicos CAPES sobre Gênero, Ciências e Educação Infantil. As análises revelam que os documentos significam um importante passo para construção de ações de iniciativas de gênero, políticas concebidas para incentivar a participação de meninas nas Ciências. Revelam como as políticas afirmativas de educação e gênero são importantes para incentivar jovens meninas a se reconhecerem e a participarem em carreiras científicas. Considerando que a sociedade brasileira ainda é permeada pelo sexismo e pelas desigualdades de gênero no campo da ciências, os resultados da pesquisa apontam para a importância da construção de uma educação emancipatória, que traga as meninas e mulheres para as áreas das ciências. Incentivar o debate sobre gênero e ciência, desde a pequena infância, é uma luta política, de valorização da capacidade profissional feminina e de reconhecimento de sua produção científica.