Logo

Submissões Recentes

Item
A arte de manifestar os afetos da alma: os livros didáticos de solfejo na formação do professor de música
(Universidade Federal de São Paulo, 2023-12-14) Santos Junior, Elias Moraes dos; Oliveira, Fernando Rodrigues de; http://lattes.cnpq.br/7112621592674917; http://lattes.cnpq.br/7857261217081544
A história do ensino de teoria musical e solfejo nas escolas de São Paulo é recuperada nesta dissertação de mestrado, produzida junto ao Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de São Paulo, linha de pesquisa “História da Educação: sujeitos, objetos e práticas”, vinculado ao Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa sobre o Ensino de Língua e Literatura (NIPELL). Esta dissertação tem por objetivo geral analisar o ensino de música no contexto da formação de professores no ensino público em São Paulo durante o período da Primeira República. O problema central que direciona a investigação é compreender como se estrutura o ensino de música, com ênfase ao ensino da teoria e solfejo, nos programas de ensino das escolas normais primárias e secundárias, instituições responsáveis pela formação de professores das escolas preliminares que atuariam no ensino de música, em contraste com o ensino conservatorial de música, compreendendo seus diálogos e intersecções. A pesquisa, de abordagem histórica, ancora-se na História Cultural, com ênfase para a história dos livros didáticos, Cultura e Currículo Escolar, buscando compreender os aspectos constitutivos da educação musical empregada no contexto republicano em São Paulo.
Item
Os sentidos dos professores no processo de inclusão de alunos com necessidades educacionais específicas (NEEs)
(Universidade Federal de São Paulo, 0027-02-24) Tamashiro, Jândela Cristiani Guilherme dos Santos; Fidalgo, Sueli Salles; http://lattes.cnpq.br/7030396449564631; https://lattes.cnpq.br/1583266787331842
Esta tese tem como objetivo investigar os sentidos que os professores atribuem às suas práticas em sala, considerando o processo de inclusão e as especificidades dos alunos, para isso elenquei às seguintes questões para nortear a pesquisa: (1) Quais são os saberes mobilizados pelos docentes em sua prática profissional para a inclusão dos alunos com Necessidades Educacionais Específicas (NEE)? (2) Qual formato de formação os professores acreditam ser necessário para atender às expectativas da proposta de inclusão na instituição de ensino? (3) Em que medida uma formação com base na Pesquisa Crítica de Colaboração (PCCol), por meio de sessões reflexivas, permitirá aos professores ressignificarem ou transformarem sua prática docente? A pesquisa está voltada à formação contínua dos professores que trabalham com alunos com NEE em sala de aula em um curso Técnico Integrado ao Ensino Médio de um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Por meio da Teoria Histórico-Cultural de Vygotsky, do arcabouço da Reflexão Crítica (Magalhães, 2006) e da PCCol (Magalhães; Fidalgo, 2019), a pesquisa também objetivou promover a transformação das práticas de todos os envolvidos, inclusive da pesquisadora. Os dados foram produzidos por meio de um questionário, entrevistas e reuniões seguidas de sessões reflexivas com dois professores, nas quais refletimos sobre as práticas pedagógicas desenvolvidas por eles com os alunos com NEE. Esses dados revelaram que: I - a formação inicial e continua são insuficientes para o desenvolvimento de práticas pedagógicas inclusivas, muitas vezes contribuindo para a exclusão dos alunos em sala; II - há a necessidade de formações contínuas em serviço, que promovam momentos de colaboração entre todos os docentes para que reflitam sobre o processo de inclusão; III - os encontros entre a pesquisadora e os participantes contribuíram para momentos de reflexões sobre os sentidos e significados relativos ao processo de inclusão dos alunos com NEE.
Item
A violência esquecida: um estudo analítico sobre as concepções do fenômeno da violência política de Rosa Luxemburgo e Vladimir Ilyich Ulyanov Lenin
(Universidade Federal de São Paulo, 2023-12-04) Carreira, Dhiego; Paula, Liana de; http://lattes.cnpq.br/0888539502981802; http://lattes.cnpq.br/6008246536484318
A presente dissertação se propõe a estudar, em seu contexto histórico, o pensamento dos revolucionários marxistas Vladimir Lenin e Rosa Luxemburgo, no tocante à questão de suas concepções sobre o fenômeno da violência política. Para realizar essa tarefa, foi feita uma minuciosa análise em seus textos autorais, que formam um importante paradigma em relação ao problema da violência política. São eles, Que fazer?, Duas Tácticas da Social-Democracia na Revolução Democrática, O Estado e Revolução, A comuna de Paris, O programa militar da revolução proletária de Lenin. E Reforma ou revolução?, Greve de massas, partidos e sindicatos, A constituinte e o governo provisório, Panfleto Junius, A revolução russa de Luxemburgo. Inicialmente, faço uma revisão bibliográfica sobre o fenômeno da violência e da violência política como objeto de estudos das Ciências Sociais e da Ciência Política, respectivamente. Além disso, faço uma breve apresentação sobre os diferentes marxismos para marcar a especificidade do marxismo de Luxemburgo e Lenin. Por fim, encerro a presente dissertação apresentando as concepções de Rosa Luxemburgo e Lenin sobre o fenômeno da violência política.
Item
Margens da literatura, sociedade e direito à voz: o valor literário de Capão Pecado, de Ferréz
(Universidade Federal de São Paulo, 2022-08-31) Silva, Wallace José; Sales, Alessandro Carvalho; http://lattes.cnpq.br/8858290296572625; https://lattes.cnpq.br/0736074085325462
Das diversas maneiras que se buscou compreender a literatura produzida desde as periferias, boa parte delas apontam — não sem algum ponto de vista mais ou menos enviesado — para uma expressão neo-documental da realidade das margens. Essas perspectivas, entretanto, são as mesmas que tendem a uma desvalorização, ou ainda, uma estigmatização dessas produções. Um dos autores inseridos nesse contexto de produção literária que floresceu nas periferias na virada do século é o paulistano Ferréz, morador da periferia do Capão Redondo, no extremo sul de São Paulo. Sua primeira obra, o livro Capão Pecado (2000) restou capturada por determinadas interpretações que reduziram-na a um retrato da violência, dos sofrimentos, da falta de recursos e de oportunidades das populações que vivem distantes dos grandes centros urbanos. Em nosso trabalho, buscamos tecer outros modos de compreender esse exercício de Ferréz, na tentativa de compor uma leitura em intensidade de sua estréia singular no romance.
Item
Representações de estudantes de pedagogia sobre sexualidade: Construindo scripts sexuais
(Universidade Federal de São Paulo, 2024) Godoi, Ana Maria Limeira de; Moraes, Silvia Piedade de; Brêtas, José Roberto da Silva; http://lattes.cnpq.br/5767283493854609; http://lattes.cnpq.br/9720478681165248; http://lattes.cnpq.br/6488173560075415
Este livro surge como resultado de uma pesquisa de doutorado na área de educação em saúde e educação em sexualidade, realizada pelo Programa de Pós-Gradução Educação e Saúde na Infância e na Adolescência da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A organização dos capítulos obedeceu a ordem de uma tese de doutorado. Foi realizado uma pesquisa qualitativa e teve como objetivo compreender as representações sociais sexuais representados pelos estudantes do curso de pedagogia, descobrir a compreensão dos estudantes sobre o conteúdo sexualidade no currículo de formação de pedagogos e conhecer as representações sociais dos estudantes sobre a educação em sexualidade no currículo escolar. Participaram do estudo 22 discentes do curso de pedagogia, do sexo feminino e masculino, com idade entre 19 anos e 54 anos. O local do estudo foi realizado no município de Guarulhos sendo que 11 discentes estavam no curso de pedagogia da Universidade Federal de São Paulo e os outros 11 discentes eram da Universidade de Guarulhos. Como aporte teórico-metodológico utilizou-se a Teoria das Representações Sociais e o Teoria dos Scripts Sexuais. As narrativas foram organizadas em oito temas: Diversidades sexuais; Violências de gênero; Caminhos para o conhecimento; Desenvolvimento da sexualidade humana; Violência sexual infantil; Pais x educadores: no âmbito do medo; Formação continuada e Fluidez das gerações. O estudo conclui que para os discentes as representações sobre sexualidade estão baseadas principalmente na questão da orientação sexual, diversidade sexual e desenvolvimento da sexualidade, A sexualidade é representada pela maioria como processo de conhecimento, saber quais são os seus íntimos desejos e uma forme de empoderamento. Os/as discentes consomem ainda muito do que é dito pelo senso comum. Mesmo representados pelos/as estudantes conveniente às expectativas sociais desejadas, ou seja, as práticas sexuais são conduzidas dentro da lógica da heteronormatividade. A principal representação que dos/as estudantes têm sobre educação em sexualidade no currículo escolar foi marcada pelo medo e a censura. A formação continuada é percebida como uma forma de obter conhecimento, mesmo que tardio, para terem ferramentas para trabalhar educação em sexualidade nas escolas.