Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9611
Title: Exercícios para disfunção de ombro em pacientes tratados com câncer de cabeça e pescoço: Revisão Sistemática e Metanálises
Other Titles: Exercise interventions for shoulder dysfunction in patients treated for head and neck cancer
Authors: Soares, Bernardo Garcia de Oliveira [UNIFESP]
Carvalho, Alan Pedrosa Viegas de [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Articulação do Ombro
Dor de Ombro
Head and Neck Neoplasms
Neoplasias de Cabeça e Pescoço
Shoulder Joint
Shoulder Pain
Exercise Therapy
Terapia por Exercício
Issue Date: 29-Jun-2011
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: CARVALHO, Alan Pedrosa Viegas de. Exercícios para disfunção de ombro em pacientes tratados com câncer de cabeça e pescoço: Revisão Sistemática e Metanálises. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Abstract: Objetivo: Avaliar a efetividade e segurança de exercícios para tratamento da disfunção de ombro causada pelo tratamento de câncer de cabeça e pescoço. Método: Revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados. Foi realizada busca nas bases: Cochrane Ear, Nose and Throat Disorders Group Trials Register; the Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL); PubMed; EMBASE; CINAHL; LILACS; KoreaMed; IndMed; PakMediNet; Web of Science; BIOSIS Previews; Cambridge Scientific Abstracts; ISCTRN; além de outras fontes para identificação de ensaios clínicos publicados e não publicados. A data da busca foi 20 de agosto de 2010. Foram examinadas as listas de referências das publicações identificadas e contatados os autores dos estudos para referências adicionais. Foram incluídos apenas ensaios clínicos randomizados comparando qualquer tipo de terapia através de exercício com qualquer outro tipo de intervenção em pacientes com disfunção de ombro causada pelo tratamento de câncer de cabeça e pescoço. A seleção dos estudos, avaliação do risco de viés e extração de dados foram feitas independentemente por dois autores. Os autores dos estudos também foram contatados para informações não disponíveis nos artigos publicados. Resultados: Três ensaios envolvendo 104 pessoas foram incluídos. Um estudo foi classificado como baixo risco de viés, os outros tiveram limitações e foram julgados como alto risco de viés. Dois estudos aplicaram exercício de resistência progressiva (ERP) combinado a exercícios de amplitude de movimento e alongamento, o grupo controle foi o tratamento padrão. Um estudo utilizou uma variedade de técnicas: exercícios ativos livres, alongamento, cuidados posturais, reeducação de musculatura postural escapulo torácica, e fortalecimento, por um período de 3 meses após a cirurgia, este estudo não demonstrou diferenças significativas entre os grupos nos desfechos função de ombro e qualidade de vida. Os dados agrupados de dois estudos demonstraram diferenças significativas favorecendo o grupo de pacientes que recebeu ERP nos seguintes desfechos: dor em ombro (DM: -6,26 95% IC -12,20 a -0,31), disfunção de ombro (DM: -8,48 95% IC -15,07 a -1,88), amplitude de movimento ativa em rotação externa (DM: 14,51 graus; 95% IC 7,87 a 21,14), amplitude de movimento passiva em abdução (DM: 7,65 graus; 95% IC 0,64 a 14,66), flexão (DM: 6,20 graus; 95% IC 0,69 a 11,71), rotação externa (DM: 7,17 graus; 95% IC 2,20 a 12,14) e abdução horizontal (DM: 7,34 graus; 95% IC 2,86 a 11,83). Os estudos não demonstraram diferenças estatísticas para qualidade de vida. Apenas dois efeitos adversos foram relatados no grupo de pacientes que utilizou ERP comparado a nenhum no grupo controle. Conclusões: ERP é uma intervenção efetiva para a disfunção de ombro em pacientes tratados com câncer de cabeça e pescoço, melhorando a dor, disfunção e amplitude de movimento da articulação do ombro. Esses achados devem ser interpretados com cautela, pois os ensaios identificados incluíram pacientes com uma variedade de tempo desde a cirurgia até o início da intervenção. É necessário o desenvolvimento de estudos que apliquem exercícios no período pós-operatório imediato e com maior acompanhamento.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9611
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Publico-12656.pdf1.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.