Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9255
Title: Consumo alimentar em creches públicas/ filantrópicas de São Paulo-SP
Other Titles: Food consumption at public/ not-for-profit daycare centers, São Paulo-SP
Authors: Taddei, Jose Augusto de Aguiar Carrazedo [UNIFESP]
Longo-Silva, Giovana [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Consumo alimentar
Creches
Inquéritos alimentares
Berçários
Alimentação institucional
Food consumption
Child day care centers
Diet surveys
Nurseries
Institutional feeding
Issue Date: 31-Mar-2010
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: LONGO-SILVA, Giovana. Consumo alimentar em creches públicas/ filantrópicas de São Paulo-SP. 2010. 62 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Abstract: Objective: To evaluate the energy intake and diet adequacy among children enrolled at nurseries of public and not-for-profit daycare centers in São Paulo City. Methods: Cross-sectional study aiming at assessing food consumption using the straight weighing method during three non-consecutive days. Nutrition values were achieved using Professional DietWin software. Diet adequacy was calculated using the following parameters: Estimated Energy Requirement – EER for energy; Estimated Average Requirement – EAR for protein, iron, vitamins C and A; Adequate Intake – AI for calcium since there is no EAR for this nutrient. Data were doubled entered, validated and analyzed using Epi Info. Results: Food consumption mean for the eight daycare centers has demonstrated that nutrients analyzed were inadequate for energy with deficits of iron and calcium, and excess of proteins, vitamins A and C. Distribution of adequacy percentuals for macronutrients showed inadequacy for lipids. Conclusion: The results allow the conclusion that the daily nutrition reccomendations for energy, iron and calcium were not attended while for protein , vitamin C and vitamin A reccomendations were exceded which reflects the necessity of critical assessment of São Paulo preschool food program.
Introdução: A alimentação nos primeiros anos de vida cumpre papel fundamental na manutenção da saúde e formação de hábitos alimentares saudáveis, trazendo consequências importantes a curto e longo prazo. Diversos fatores que caracterizam a sociedade contemporânea têm influenciado no aumento da rede de creches gratuitas nas médias e grandes cidades do país. Estas unidades funcionam por até 12 horas/dia, e de acordo com as diretrizes devem oferecer às crianças 100% das suas necessidades nutricionais diárias. Objetivo: Avaliar o consumo energético e a adequação da dieta de crianças frequentadoras de berçários de oito creches públicas e filantrópicas, no município de São Paulo, SP. Métodos: Estudo transversal descritivo, parte do Projeto Crecheficiente II, vinculado à Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). A coleta de dados ocorreu entre agosto e setembro de 2007, nos berçários de oito creches do município de São Paulo, totalizando 16 berçários, que atendem 236 crianças. O consumo alimentar foi avaliado pelo método de pesagem direta durante três dias não-consecutivos. O cálculo nutricional foi realizado utilizando-se o software Diet Win Profissional 2.0® e a adequação foi calculada para energia segundo a Necessidade Energética Estimada (Estimated Energy Requirement – EER, 2002), para proteína, ferro, vitaminas A e C, segundo a Necessidade Média Estimada (Estimated Average Requirement – EAR) do National Research Council (2002) e para cálcio segundo a Ingestão Adequada (Adequate Intake – AI, 1999). Os dados foram duplamente digitados, validados e analisados no programa Epi-Info 2000, versão 3.4.3. Resultados: A média do consumo alimentar nas creches estudadas demonstrou inadequação para os nutrientes analisados, havendo déficit de energia, ferro e cálcio e excesso de proteína, vitaminas A e C. A distribuição dos percentuais de adequação dos macronutrientes mostrou-se inadequada para lipídeos. Conclusões: Os resultados desse estudo permitiram concluir que não foram atendidas as recomendações nutricionais diárias de energia, ferro e cálcio, tendo excedido as recomendações de proteína, vitamina C e vitamina A, refletindo a necessidade de uma avaliação crítica do programa de alimentação de préescolares do município.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9255
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Publico-057.pdf1.34 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.