Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7546
Title: Prevalência de violência por parceiro íntimo relatada por puérperas
Other Titles: Prevalence of intimate partner violence reported by puerperal women
Authors: Marcacine, Karla Oliveira
Abuchaim, Erika de Sá Vieira [UNIFESP]
Abrahão, Anelise Riedel [UNIFESP]
Michelone, Cecília de Souza Lima
Abrão, Ana Cristina Freitas de Vilhena [UNIFESP]
Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Keywords: Violence against women
Postpartum period
Spouse abuse
Domestic violence
Obstetrical nursing
Violência contra a mulher
Período pós parto
Maus tratos conjugais
Violência doméstica
Enfermagem obstétrica
Issue Date: 1-Jan-2013
Publisher: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 26, n. 4, p. 395-400, 2013.
Abstract: OBJECTIVES: Estimating the prevalence of intimate partner violence reported by puerperal women, classifying the type of violence, the period of pregnancy and childbirth in the occurrence and characterizing the profile of partners. METHODS: Cross-sectional study of 207 postpartum women. The survey instrument used was based on the model proposed by Schraiberet. RESULTS: The prevalence of intimate partner violence before, during and/or after pregnancy was 51.2%. The profile of partners was characterized as a young group, with good education, worker and non-user of licit or illicit drugs. CONCLUSION: The prevalence of occurrence of intimate partner violence reported by puerperal women was 51.2%.
OBJETIVOS: Estimar a prevalência de violência por parceiro íntimo relatada puérperas, classificar o tipo de violência, o período do ciclo gravídico puerperal na ocorrência e caracterizar o perfil do companheiro. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com 207 puérperas. O instrumento de pesquisa utilizado foi baseado no modelo proposto por Schraiberet. RESULTADOS: A prevalência de violência por parceiro íntimo antes, durante e/ou depois da gestação foi de 51,2%. O perfil do companheiro foi caracterizado como um grupo jovem, com boa escolaridade, trabalhador, não usuários de drogas lícitas e ilícitas. CONCLUSÃO: A prevalência da ocorrência de violência por parceiro íntimo relatado por puérperas foi de 51,2%.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7546
ISSN: 0103-2100
Other Identifiers: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002013000400015
Appears in Collections:Em verificação - Geral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0103-21002013000400015-en.pdf127.92 kBAdobe PDFView/Open
S0103-21002013000400015-pt.pdf133.55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.