Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/54027
Title: Estudo de concordância entre Índice de Massa Corporal (IMC) e percentual de gordura em jovens unifespianos
Authors: Colantonio, Emilson [UNIFESP]
Petrolli, Natália Santana [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
http://lattes.cnpq.br/0831997627129448
http://lattes.cnpq.br/9840076091240222
Keywords: Composição corporal
Dobras cutâneas
IMC
Body composition
BMI
Skin folds
Issue Date: 21-Dec-2016
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: PETROLLI, Natália Santana. Estudo de concordância entre Índice de Massa Corporal (IMC) e percentual de gordura em jovens unifespianos. 2016. 35 f. Trabalho de conclusão de curso de graduação (Educação Física) - Instituto de Saúde e Sociedade, Universidade Federal de São Paulo, Santos, 2016.
Abstract: A obesidade é uma doença que tem atingido valores alarmantes no mundo todo. Sendo assim, existe a necessidade de haver critérios de classificação de sobrepeso e obesidade para proporcionar um melhor acompanhamento desde o diagnóstico até o tratamento dos indivíduos. Os métodos mais utilizados na avaliação da composição corporal são a bioimpedância e as dobras cutâneas. Outro método muito utilizado é o IMC, que apesar de controverso apresenta forte relação com a gordura corporal. Assim, o objetivo desse estudo foi analisar a concordância entre os valores obtidos no cálculo do IMC e o percentual de gordura através de dois protocolos de avaliação da composição corporal, a saber, bioimpedância elétrica e dobras cutâneas. A partir da análise dos resultados pode-se dizer que nenhum dos métodos utilizados apresenta significativa concordância com o IMC e isso pode ser relacionado a vários fatores, sendo necessário se desenvolverem mais estudos sobre esse assunto.
Obesity is a disease that has reached alarming values worldwide. Thus, there is a need for overweight and obesity classification criteria to provide better follow-up from diagnosis to treatment of individuals. The most widely used methods for assessing body composition are bioelectrical impedance and skin folds. Another widely used method is BMI, which although controversial has a strong relation with body fat. Thus, the objective of this study was to analyze the relationship between the values obtained in the calculation of BMI and fat percentage through two protocols of body composition evaluation, namely, bioelectrical impedance and skinfolds. From the analysis of the results it can be said that none of the methods used is concordant with the BMI and this can be related to several factors, being necessary to develop further studies on this subject.
URI: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/54027
Appears in Collections:Trabalho de conclusão de curso de graduação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NATALIA PETROLLI.pdfTCC completo1.65 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.