Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50332
Title: Análise Das Áreas Neurais Envolvidas Na Tomada De Decisão Em Ratos Submetidos À Ingestão Crônica De Álcool
Authors: Cespedes, Isabel Cristina [UNIFESP]
Zangirolame, Carolline Marques Santos [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Alcoholism
Decision Making
Prefrontal Cortex
Amygdala
Alcoolismo
Tomada De Decisão
Córtex Pré-Frontal
Amígdala
Issue Date: 14-Mar-2017
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract: Drug dependence is a worldwide and frequent problem involving young people and adults, with alcohol being the drug most commonly used and associated with numerous social and health problems. However, not all people who drink alcohol become dependent. The transition from occasional use to dependence is influenced by positive and negative refluxes (relief of unpleasant symptoms such as stress or depression or withdrawal symptoms). Compulsive alcohol ingestion has been strongly associated with neurotransmission systems involved in reward (mainly dopaminergic) and stress response (mainly CRFergic) processes. Loss of control is attributed to a dysfunction of regions belonging to these two systems, the pre-frontal cortex, the hippocampus and the companion, which form the main circuit of decision making. This study aimed at analyzing the neural areas of superior control of the stress response and that are also associated with behavioral decision making (pre-frontal cortex, hippocampus and amygdala) in Wistar rats submitted to chronic alcohol ingestion by the paradigm of two bottles and intermittent supply protocol. Animals of the control group and the alcohol group underwent the tests of labyrinth in elevated cross and open field to evaluate their anxiety state, by the test of decision making for behavioral evaluation of this task and after euthanasia of this animals was performed immunoreactivity to the protein ΔFosB, to analyze the level of neuronal activation of the areas associated to the decision making described above. The protocol of intermittent supply and oral administration of 20% alcohol to Wistar rats during the studied period (four weeks) did not promote a significant increase in the consumption pattern of the alcohol solution during the period, did not interfere in the weight or in the consumption of the feed. Also, this chronic consumption of alcoholic solution had no effect on anxiety and decision-making behaviors. Nevertheless, the immunoreactivity data to the DelaFosB protein showed that the animals that consumed the alcoholic solution showed hypoactivity in the area corresponding to the infra-limbic cortex, and hyperactivity in the central amygdala and the hippocampus CA3 area, demonstrating less activity in one Area of rational behavior control, and greater activity in an area associated with memory recruitment and in another area associated with impulsive decision making.
A dependência de drogas é um problema mundial e frequente envolvendo jovens e adultos, sendo o álcool a droga mais comumente usada e associada a inúmeros problemas sociais e de saúde. Entretanto, nem todas as pessoas que consomem bebidas alcoólicas se tornam dependentes. A transição do uso ocasional para a dependência é influenciada por reforços positivos (estado de prazer decorrente do uso) e reforços negativos (alívio de sintomas desagradáveis tais como situações de estresse ou depressão ou ainda sintomas de abstinência). A ingestão compulsiva de álcool tem sido fortemente associada a alterações nos sistemas de neurotransmissão envolvidos nos processos de recompensa (principalmente dopaminérgico) e de resposta de estresse (principalmente CRFérgico). A perda de controle no uso da droga é atribuída a uma disfunção de regiões pertencentes a estes dois sistemas, o córtex pré-frontal, o hipocampo e a amígdala, que formam o principal circuito de tomada de decisão. Este estudo teve como objetivo, analisar as áreas neurais de controle superior da resposta de estresse e que também estão associadas à tomada de decisão comportamental (córtex pré-frontal, hipocampo e amígdala), em ratos Wistar submetidos à ingestão crônica de álcool pelo paradigma das duas garrafas e protocolo de oferta intermitente. Animais do grupo controle e do álcool passaram pelos testes de labirinto em cruz elevado e campo aberto para avaliação de seu estado de ansiedade, pelo teste de tomada de decisão para avaliação comportamental desta tarefa, e após eutanásia destes animais foi realizada imunorreatividade à proteína ΔFosB, para análise do nível de ativação neuronal das áreas associadas à tomada de decisão acima descritas. O protocolo de oferta intermitente e de administração oral de álcool 20% para ratos Wistar, no período estudado (quatro semanas), não promoveu aumento relevante no padrão de consumo da solução alcoolizada ao longo do período, não interferiu no peso ou no consumo da dieta. Também, este consumo crônico de solução alcoolizada não exerceu efeito sobre os comportamentos de ansiedade e de tomada de decisão. Não obstante, os dados da imunorreatividade à proteína DelaFosB, mostraram que os animais que consumiram a solução alcoolizada evidenciaram uma hipoatividade na área correspondente ao córtex infra-límbico, e uma hiperatividade na amígdala central e na área CA3 do hipocampo, demonstrando menor atividade em uma área de controle racional do comportamento, e maior atividade em uma área associada ao recrutamento da memória e em outra área associada à tomada de decisão impulsiva.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50332
Other Identifiers: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5001995
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.