Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50010
Title: Avaliação Do Uso De Borboletas Heliconiinae (Papilionoidea: Nymphalidae) Como Bioindicadores De Impactos Antrópicos Em Remanescentes De Mata Atlântica De Santos, São Paulo, Brasil
Authors: Neiman, Zysman [UNIFESP]
Gondeck, Mirella Baldacconi [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Atlantic Forest
Bioindicators
Heliconiinae
Conservation
Anthropic Impacts
Mata Atlântica
Bioindicadores
Heliconiinae
Conservação
Impactos Antrópicos
Issue Date: 20-Oct-2017
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Abstract: Despite sheltering elevated plant and animal species diversity and presenting a high degree of endemism, the Atlantic Forest has been degraded since the colonial period. According to the Brazilian Forestry Institute, this biome currently covers 13% of the original 1.300.000 km² of national territory, and only about 7% are well preserved remnants. Conservation Unit creation represents a strategy for the preservation of biodiversity, mainly threatened today by anthropic activity. Bioindicators make ecosystems’ diversity survey feasible, especially in conservation and monitoring studies. Butterflies are commonly chosen regarding their easy sampling, well defined taxonomy and systematics, close association with vegetation, microclimate and resource availability patterns. Among butterflies, Heliconiinae are nectarivorous, significantly related to their host plants, occur almost all year round and are taxonomically well defined. The present work was developed at Vale do Quilombo, part of the Santos - Continente environmentally protected area, which houses significant forest remnants and is close to the largest continuous Atlantic Forest biome fragment in Brazil. Based on the hypothesis that the anthropic occupation changes the environmental conditions of the studied area, the Heliconiinae butterflies were tested as ecological bioindicators, in a transection crossing two municipal zones (disturbed and preserved areas), adding to the analysis the surrounding population’s socioeconomic preliminary survey and environmental variables survey. For this, 17 transects routes were recorded 26 times in one year, registering 239 individuals from 17 species in 65 hours. The comparison of Heliconiinae richness and frequency results was significant, indicating heterogeneity in the community structure, suggesting differences between habitats and accepting the hypothesis tested. Larger amounts of butterflies were found where there is greater impact (number of occupations and highway proximity), showing significant correlations with canopy opening, number of nectariferous plant species and average direct sunlight level. This result can be attributed to the intermediate disturbance hypothesis. The low percentage of species may be related to significant differences in climatic conditions during the sampling period, added to roadworks in the studied transection, probably affecting vegetation’s and bioindicators’ phenology. The results highlight the importance of the Vale do Quilombo as a refuge for the maintenance of biodiversity given its geographic and ecological characteristics. The procedures performed may lead to the creation of a protocol for the management plan of the Santos-Continente environmentally protected area and to assess conditions of conservation in similar forest environments.
Apesar de abrigar elevada diversidade de espécies de plantas e animais, e apresentar alto grau de endemismo, a Mata Atlântica vem sendo degradada desde o período colonial. Segundo o Instituto Brasileiro de Florestas, este bioma cobre hoje 13% dos originais 1.300.000 km² do território nacional, e apenas cerca de 7% são remanescentes bem conservados. A criação de Unidades de Conservação representa uma estratégia de preservação da biodiversidade, hoje principalmente ameaçada pela atividade antrópica. O uso de bioindicadores viabiliza o levantamento da diversidade de um ecosssitema, principalmente em estudos de conservação e monitoramento. Borboletas são comumente escolhidas devido à sua facilidade de amostragem, taxonomia e sistemática bem definidas, associação estreita com a vegetação, microclima e padrões de disponibilidade de recursos. Dentre as borboletas, Heliconiinae são nectarívoras, significativamente relacionadas às suas plantas hospedeiras, ocorrem praticamente o ano todo e são um grupo de taxonomia bem definida. O presente trabalho foi desenvolvido no Vale do Quilombo, parte da APA Santos - Continente, que abriga significativos remanescentes florestais e está próximo ao maior fragmento contínuo de bioma Mata Atlântica no Brasil. Partindo da hipótese de que a ocupação antrópica altera as condições ambientais da área estudada, as borboletas Heliconiinae foram testadas como bioindicadores ecológicos, em transecção que atravessa dois zoneamentos municipais, (áreas impactadas e preservadas), agregando à análise o levantamento preliminar socioeconômico da população do entorno e o levantamento de variáveis ambientais. Para isso, 17 segmentos foram percorridos 26 vezes em um ano, registrando 239 indivíduos de 17 espécies em 65 horas. A comparação dos resultados de riqueza e frequência de Heliconiinae foi significativa, indicando heterogeneidade na estrutura da comunidade, sugerindo diferenças entre habitats e aceitando a hipótese testada. Maiores quantidades de borboletas foram encontradas onde há maior impacto (número de ocupações e proximidade da rodovia), apresentando correlações significativas com a abertura do dossel, número de espécies de plantas nectaríferas e nível médio de luz solar direta. Pode-se atribuir este resultado à hipótese do distúrbio intermediário. A baixa porcentagem de espécies pode estar relacionada a diferenças significativas nas condições climáticas durante o período de amostragem, adicionadas às obras na transecção estudada, provavelmente afetando a fenologia da vegetação e bioindicadores. Os resultados ressaltam a importância do Vale do Quilombo como refúgio para manutenção da biodiversidade dada suas características geográficas e ecológicas. Os procedimentos realizados podem nortear a criação de um protocolo para o plano de manejo da APA Santos-Continente e para aferir condições de conservação de ambientes florestais semelhantes.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/50010
Other Identifiers: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=5534915
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.