Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49093
Title: Marcas de experiências no trabalho socioeducativo: narrativas camaradas da formação profissional
Authors: Casetto, Sidnei José
Gorgatti, Viviane
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
http://lattes.cnpq.br/6165368516385140
http://lattes.cnpq.br/3498118188722873
Garcia, Maurício Lourenção
http://lattes.cnpq.br/3255142080965943
Keywords: Formation
Narrative
Experience
Cartography
Inverted Perspective
Formação
Narrativa
Experiência
Cartografia
Perspectiva Inversa
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: GORGATTI, Viviane. Marcas de experiências no trabalho socioeducativo: narrativas camaradas da formação profissional. 2017. 179f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde) – Campus Baixada Santista, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2017.
Abstract: Instigated by the theme of a professional formation that does not serve only to pragmatic purposes, meeting utilitarian, production-based and reproductive demands, this project investigates the formation as an alive experience, composed of processes which constitute singular ethical-political positions. Its objective is to investigate imprints from experiences produced in the formative processes in the socio-educational work at the NGO Centro Camará de Pesquisa e Apoio a Infância e Adolescência which is based in the city of São Vicente, in São Paulo state. We start from the hypothesis that the formative processes that are constitutive of singular ethical-political positions are the learnings that occur in alive and collective experience having the act (thought/action) as producer of subjectivities and of imprints which can be noticed in the positionings when facing the work. The research subjects have been fourteen ex-interns and social educators which have been imprinted during their professional paths by the experience in the institution. A participatory methodology was used, in which the participants were invited to produce narratives that included meaningful scenes from their trajectory in Camará. The analysis of this material produced a text, written by the researcher in which the concepts of dimensions of forms and forces derived from cartography gave support to the display of the common experience that is present in the imprints that were previously referred. This text was a trigger to the second stage of the process, in which a new, now collective, analysis was produced in a live meeting of the subjects and the researcher, shaped as a talk circle. A third stage was performed: the analysis of the whole research process in which meaningful excerpts from the narratives, from the collective analysis during the talk circle, from the researcher’s memory and from this thesis writing experience itself were discussed. During the investigation of the imprints produced in the formation processes the following aspects were noticiable: the inverted perspective as ethical-political orientation; the construction of the common field as a place of collective production, having the happening as its highway and reference of the the work by itinerancies; the body as the place for holding the attention; and the work-existence as openness to inventive learning.
Instigados pela temática da formação profissional que não sirva exclusivamente a fins pragmáticos, atendendo exigências utilitaristas, produtivistas e reprodutoras, este projeto investiga a formação enquanto uma experiência viva, composta de processos constitutivos de posições ético-políticas singulares, tendo como objetivo investigar marcas de experiências produzidas nos processos formativos no trabalho socioeducativo na ONG Centro Camará de Pesquisa e Apoio a Infância e Adolescência sediada no município de São Vicente, SP. Partimos da hipótese de que os processos formativos constitutivos de posições ético-politicas singulares são aprendizados que ocorrem na experiência viva e coletiva, tendo o ato (pensamento/ação) como produtor de subjetividades e de marcas que podem ser percebidas nos posicionamentos diante do trabalho. Foram sujeitos da pesquisa catorze ex-estagiários e educadores sociais que foram marcados em suas trajetórias profissionais pela experiência na instituição. Foi utilizada uma metodologia participativa, na qual os participantes foram convidados a produzir narrativas que incluíssem cenas significativas de sua trajetória no Camará. A análise deste material produziu um texto, elaborado pela pesquisadora, no qual os conceitos de planos de formas e forças, advindos da cartografia, deram sustentação para a apresentação da experiência comum presente nas referidas marcas. Este texto foi disparador para a segunda etapa do processo, na qual uma nova análise, agora coletiva, foi produzida, num encontro presencial dos sujeitos com a pesquisadora em forma de roda de conversa. Uma terceira etapa foi realizada, tratando-se da análise de todo o processo de pesquisa, na qual fragmentos significativos das narrativas, da análise coletiva da roda de conversa, da memória da pesquisadora e da própria experiência de escrita deste trabalho foram discutidas. Na investigação das marcas de experiências produzidas nos processos formativos destacaram-se os seguintes aspectos: a perspectiva inversa como orientação ético-política; a construção do plano comum, lugar de produção coletiva, tendo o acontecimento como sua via régia e referência para o trabalho por itinerância: o corpo como espaço de sustentação da atenção, e o trabalho-existência como abertura para a aprendizagem inventiva.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/49093
Other Identifiers: http://www2.unifesp.br/centros/cedess/mestrado/baixada_santista_teses/063_bx_dissertacao_viviane_gorgatti.pdf
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.