Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39325
Title: Fator de crescimento de queratinócito (KGF) na expressão gênica da cicatrização em queratinócitos de pacientes com queimadura
Other Titles: Keratinocyte growth factor (KGF) on wound healing gene expression in keratinocytes from burned patients
Authors: Gragnani, Alfredo [UNIFESP]
Chomiski, Verônica [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Queimadura
Expressão gênica
Cicatrização
Fator de crescimento de queratinócito (KGF)
Queratinócitos
Burns
Gene expression
Wound healing
Keratinocyte growth factor (KGF)
Keratinocytes
Issue Date: 2015
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: CHOMISKI, Verônica. Fator de crescimento de queratinócito (KGF) na expressão gênica da cicatrização em queratinócitos de pacientes com queimadura. 2014. 111 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2015.
Abstract: Introdução: Queimadura extensa e profunda é um trauma complexo que necessita de cuidados intensivos no tratamento agudo. Intervenções terapêuticas para atenuar a resposta inflamatória aguda e acelerar a cicatrização podem contribuir na redução da morbimortalidade e nos custos do tratamento. Estudos demonstram a importância do fator de crescimento de queratinócito (KGF) na cicatrização de feridas. Objetivo: Avaliar a ação do KGF na expressão de 84 genes marcadores da cicatrização em cultura primária de queratinócitos humanos oriundos de pacientes com queimadura. Métodos: Após a obtenção de fragmentos de pele de quatro pacientes com queimadura (grupo queimadura) e de quatro pacientes hígidos (grupo controle), foi realizada a cultura de queratinócitos humanos primários e distribuídas em quatro grupos: GQ+ (n = 4 – queratinócitos de queimadura tratadas com KGF), GQ- (n = 4 – queratinócitos de queimadura sem tratamento), GC+ (n = 4 – queratinócitos do grupo controle tratadas com KGF) e GC- (n = 4 – queratinócitos do grupo controle sem tratamento). A análise da expressão gênica foi feita por qPCR Array, realizando seis comparações: 1) GC+ versus GC-; 2) GQ- versus GC-; 3) GQ+ versus GC-; 4) GQ+ versus GQ-, 5) GQ+ versus GC+ e 6) GQ- versus GC+. Resultados: A comparação 1 apresentou um gene hiporregulado e um hiperregulado. As comparações 2 e 3 apresentaram os mesmos cinco genes hiporregulados. A comparação 4 não apresentou genes diferencialmente expressos. A comparação 5 apresentou 26 genes hiporregulados e 7 hiperregulados. E a comparação 6 apresentou 25 genes hiporregulados e 11 genes hiperregulados. Conclusão: A suplementação de KGF à cultura de queratinócitos de pacientes com queimadura não determinou a expressão gênica diferencial dos genes marcadores da cicatrização.
Introduction: Severe burn injury is a complex trauma that needs intensive care in the acute setting. Therapeutic interventions that aim to attenuate the acute inflammatory response and to accelerate the healing may contribute to reducing morbidity, mortality and treatment costs. Several studies have demonstrated the importance of keratinocyte growth factor (KGF) in wound healing. Objective: Evaluate the effect of KGF in the expression of 84 wound healing genes in human primary keratinocytes cultured from patients with burn. Methods: After obtaining viable fragments of skin from four healthy (control group) and four burn patients, human primary keratinocytes was cultured and divided into 4 groups: GQ+ (n = 4 – keratinocytes of severe burn patients treated with KGF), GQ- (n = 4 – untreated keratinocytes of severe burn patients), GC+ (n = 4 – keratinocytes of control group treated with KGF) and GC- (n = 4 – untreated keratinocytes of control group). The gene expression's analysis was performed with qPCR Array, making six comparisons: 1) GC+ versus GC -; 2) GQversus GC-; 3) GQ+ versus GC-; 4) GQ+ versus GQ-, 5) GQ+ versus GC+ and 6) GQversus GC+. Results: Comparison 1 showed one down and one up-regulated genes. Comparisons 2 and 3 showed the same five down-regulated genes. Comparison 4 did not show statistically significant gene expression. Comparison 5 showed 26 downregulated and 7 up-regulated genes. And comparison 6 showed 25 down-regulated and 11 up-regulated genes. Conclusion: Supplementation of KGF to the culture of keratinocytes from patients with burn injury not determined the differential gene expression of genes markers of wound healing
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39325
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Publico-39325.pdf867.68 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.