Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3929
Title: A eficiência das emissões otoacústicas transientes e audiometria tonal na detecção de mudanças temporárias nos limiares auditivos após exposição a níveis elevados de pressão sonora
Other Titles: The efficiency of otoacoustic emissions and pure-tone audiometry in the detection of temporary auditory changes after exposure to high sound pressure levels
Authors: Barros, Samanta Marissane Da Silva
Frota, Silvana [UNIFESP]
Atherino, Ciríaco Cristovão Tavares
Osterne, Francisco [UNIFESP]
Universidade Veiga de Almeida
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFRJ
UVA
Universidade de São Paulo (USP)
UERJ
Keywords: audiometry
otoacoustic emissions
temporary hearing loss
audiometria
emissões otoacústicas
perda auditiva temporária
Issue Date: 1-Oct-2007
Publisher: ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Citation: Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 73, n. 5, p. 592-598, 2007.
Abstract: Exposure to noise has a harmful effect on the auditory health of workers. AIM: The main goal of this paper was to establish the role of pure-tone audiometry and evoked transient otoacoustic emissions in the detection of small temporary auditory changes after exposure to high sound pressure levels. Study Design: a cross-sectional cohort study. MATERIAL AND METHODS: 30 otologically normal subjects aged between 20 and 35 years were submitted to pure-tone audiometry and evoked transiente otoacoustic emissions before and after 5 hours of exposure to high sound pressure levels (betweeen 80 and 90 dB). RESULTS: For pure-tone audiometry the largest changes occurred at high frequencies - from 3 KHz to 8 KHz after exposure. The evoked transient otoacoustic emissions showed reduced reproductibility from 1 KHz to 4 KHz after exposure to noise. CONCLUSION: We noted that both pure-tone audiometry and evoked transient otoacoustic emissions had a role in detecting statistically significant changes in the auditory threshold and in reproductibility, after exposure to high sound pressure levels.
A exposição ao ruído produz um efeito deletério sobre a saúde auditiva de trabalhadores. OBJETIVO: Realizar um estudo utilizando audiometria tonal e EOAT pré e pós-exposição a níveis elevados de pressão sonora, buscando informações para estabelecer a eficiência dos testes para detectar pequenas mudanças temporárias no limiar. Forma de Estudo: Coorte Transversal. MATERIAL E MÉTODO: A amostra compôs-se de trinta indivíduos otologicamente normais, com idade variando de 20 a 35 anos. Os testes audiometria tonal liminar e EOAT foram realizados em cabina acústica, pré e pós-exposição de 5 horas, a níveis elevados de pressão sonora (entre 80 a 90 dB). RESULTADOS: Na audiometria tonal liminar as maiores mudanças dos limiares auditivos ocorreram nas freqüências altas (3000 a 8000 Hz) pós-exposição a níveis elevados de pressão sonora. Os achados referentes às EOA revelaram que existe uma piora da reprodutibilidade nas freqüências de 1000 a 4000 Hz das EOAT, quando os trabalhadores foram expostos a níveis elevados de pressão sonora. CONCLUSÃO: Notamos que tanto a audiometria tonal liminar quanto às EOAT evidenciaram sensibilidade para detectar mudanças temporárias, estatisticamente significantes, nos limiares de audibilidade e reprodutibilidade, respectivamente, após a exposição a níveis elevados de pressão sonora.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3929
ISSN: 0034-7299
Other Identifiers: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992007000500003
Appears in Collections:Em verificação - Geral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0034-72992007000500003.pdf944.58 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.