Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3711
Title: Reabilitação em artrite idiopática juvenil
Other Titles: Rehabilitation in juvenile idiopathic arthritis
Authors: Bueno, Vanessa Cristina [UNIFESP]
Lombardi Júnior, Império [UNIFESP]
Medeiros, Wladimir Musetti [UNIFESP]
Azevedo, Mariana Moreira Alckmin [UNIFESP]
Len, Claudio Arnaldo [UNIFESP]
Terreri, Maria Teresa Ramos Ascensão [UNIFESP]
Natour, Jamil [UNIFESP]
Hilário, Maria Odete Esteves [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: rehabilitation
physical therapy
juvenile idiopathic arthritis
reabilitação
fisioterapia
artrite idiopática juvenil
Issue Date: 1-Jun-2007
Publisher: Sociedade Brasileira de Reumatologia
Citation: Revista Brasileira de Reumatologia. Sociedade Brasileira de Reumatologia, v. 47, n. 3, p. 197-203, 2007.
Abstract: INTRODUCTION AND AIMS: juvenile idiopathic arthritis (JIA) may cause permanent physical disabilities in children and adolescents. This study aimed to describe the several kinds of rehabilitation procedures, ranging from evaluation to prescription of exercises, as well as the elaboration of a practical rehabilitation guide for JIA patients. SOURCES OF DATA: the research was based on data from Medline and Lilacs. The opinion of experts working on the Pediatric Rheumatology service from Lar Escola São Francisco and Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) was considered on the debate of several topics. SUMMARY: JIA patients may present pain and limitation of joint movement thereby leading to decrease in physical capacity, affecting both aerobic and anaerobic activities. In addition to the joint compromise, cardiac and autonomic dysfunctions collaborate on this process, impairing sport and everyday activities. The American College of Rheumatology recommends 30-minute activity with moderate intensity, two to three times weekly. Hydrotherapy is associated to treatment adherence, besides helping in decreasing pain perception and adding to cope with daily activities. Other rehabilitation modalities, such as massage, education, joint protection, energy conservation, and splints are also considered in the present review. CONCLUSION: there are few studies in the literature focusing on rehabilitation in children with JIA. Particularly, there is a lack of studies concerning aspects of adequate prescription of exercises, weight-bearing, number of series and repetitions, as well as the best choice regarding ground or water activity. We believe that additional information is needed in order to improve the physical care to these patients.
INTRODUÇÃO E OBJETIVOS: a artrite idiopática juvenil (AIJ) pode acarretar em seu curso clínico incapacidades físicas permanentes em crianças e adolescentes. Este estudo teve como objetivos a des-crição das diversas modalidades de reabilitação, desde a avaliação até a prescrição de exercícios, bem como a elaboração de um guia prático de reabilitação para pacientes com AIJ. FONTE DE DADOS: a pesquisa foi realizada nas bases de dados do Medline e do Lilacs. Na discussão dos diversos tópicos, foi considerada a experiência dos especialistas em reumatologia pediátrica e reabilitação do Lar Escola São Francisco e da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). RESUMO: os pacientes com AIJ podem apresentar dor e limitação da amplitude de movimento articular e conseqüente diminuição da capacidade física, com comprometimento das capacidades aeróbia e anaeróbia. Não só o comprometimento articular, mas as disfunções cardíacas e autonômicas colaboram nesse processo, tendo como conseqüência uma baixa capacidade de executar atividades esportivas e atividades de vida diárias (AVDs). O American College of Rheumatology recomenda 30 minutos de atividade com intensidade moderada de duas a três vezes por semana. A hidroterapia está relacionada a uma maior aderência ao tratamento, além de auxiliar na diminuição da percepção dolorosa e dificuldade apresentada na realização das AVDs. As outras modalidades de reabilitação, tais como massagem, educação, proteção articular, conservação de ener-gia e órteses, também são discutidas nesta revisão. CONCLUSÃO: há poucos estudos na literatura sobre reabilitação em crianças com AIJ, especialmente no que se refere a temas como prescrição adequada de exercícios, cargas, número de séries e repetições, bem como qual a melhor opção a ser utilizada - solo ou piscina. Acreditamos que mais estudos científicos são necessários para que possamos prescrever adequadamente os diversos tipos de exercícios.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3711
ISSN: 0482-5004
Other Identifiers: http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042007000300009
Appears in Collections:Artigo
Artigo
Artigo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0482-50042007000300009.pdf436.79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.