Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23903
Title: Associação entre estado nutricional e pressão arterial em pré-adolescentes e adolescentes com déficit de estatura
Other Titles: Association between nutriyional status and blood pressure in pre-adolescents and adolescents with deficit of stature
Authors: Sawaya, Ana Lydia [UNIFESP]
Clemente, Ana Paula Grotti [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Adolescente
Pressão arterial
Estado nutricional
Sobrepeso
Estatura
Issue Date: 2008
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: CLEMENTE, Ana Paula Grotti. Associação entre estado nutricional e pressão arterial em pré-adolescentes e adolescentes com déficit de estatura. 2008. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2008.
Abstract: Objetivo: Investigar a associação entre estado nutricional e pressão arterial, em pré- adolescentes e adolescentes, com déficit de estatura e estatura normal de ambos os sexos, em diferentes estados nutricionais. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, cuja população é constituída por uma amostra de pré-adolescentes e adolescentes de ambos os sexos (n=87), de baixa renda, moradores da zona sul do município de São Paulo, divididos em 2 grupos com estatura normal e déficit de estatura. Os grupos foram selecionados da seguinte forma: indivíduos com déficit de estatura e baixo peso ou sobrepeso; com estatura normal e peso normal ou sobrepeso. Foram levantadas as informações: 1) condição sócio-econômica, obtida por um questionário padrão; 2) estado nutricional, mensurado através de antropometria (peso, estatura, circunferência da cintura); 3) composição corporal, avaliada por bioimpedância e DEXA; 4) pressão arterial; 5) consumo alimentar, avaliado por recordatório de 24 horas. Resultados: Participaram deste estudo 41 indivíduos com déficit de estatura e 46 indivíduos com estatura normal. Entre os meninos com déficit de estatura foi verificado menor média de peso e IMC e maior média de idade. Nas meninas não houve diferença entre os grupos de estatura. Não houve diferença significante de composição corporal nos 2 grupos de estatura. Verificou-se aumento de prevalência de hipertensão no grupo de indivíduos com déficit de estatura/ sobrepeso quando comparado com o grupo estatura normal/sobrepeso. A pressão arterial sistólica mostrou-se mais fortemente associada com massa magra em termos absolutos, gordura corporal e IMC no grupo com déficit de estatura. O grupo com estatura normal mostrou associações fracas, mas significantes entre pressão sistólica e gordura corporal em termos absolutos e IMC. A ingestão de ferro, zinco e vit. C foram menores no grupo com déficit de estatura em relação ao grupo com estatura normal. Conclusões: 1. A condição sócio-econômica dos pré-adolescentes e adolescentes investigados encontra-se abaixo da média do município de São Paulo. 2. Foi verificado coexistência de desnutrição e sobrepeso na população estudada. 3. O aumento do IMC ocasiona uma maior prevalência de hipertensão nos pré-adolescentes e adolescentes com déficit de estatura, e uma associação mais forte com pressão arterial sistólica. 4. Não foi verificada diferença na composição corporal entre o grupo com déficit de estatura e estatura normal, quando utilizado ponte de corte para classificação de desnutrição leve (déficit de estatura: < -1 z-escore E/I). 5. Foi encontrada diferença no consumo de ferro, zinco e vitamina A, e na adequação do consumo energético nos dois grupos de estatura investigados neste estudo. O grupo com déficit de estatura apresentou valores menores de consumo para essas variáveis.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23903
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
File SizeFormat 
Publico-23903.pdf267.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.