Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23712
Title: Prevalência da hepatite por vírus C nas unidades de dialise em Maceió
Other Titles: Prevalence of hepatitis oCo in the units dialysis in Maceio
Authors: Pinhal, Maria Aparecida da Silva [UNIFESP]
Gouveia, Ebeveraldo Amorim [UNIFESP]
Keywords: Hepacivirus
Diálise Renal
Anticorpos Anti-Hepatite C
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: GOUVEIA, Ebeveraldo Amorim. Prevalência da hepatite por vírus C nas unidades de dialise em Maceió. 2007. 61 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Abstract: Objetivo: Detectar a prevalência da hepatite C nas unidades de diálise em Maceió. Métodos: 569 pacientes com Doença Renal Crônica (DRC) em programa regular de hemodiálise (HD) em 6 clínicas de diálise foram incluídos. A análise laboratorial constou da pesquisa do anticorpo do vírus da hepatite C (anti-HCV) ELISA-3ª (ensaio imunoenzimático de 3ª geração) nos pacientes. Nos casos positivos para o anti-HCV, foi realizada a transcrição reversa seguida da amplificação do c-DNA em cadeia RT-PCR (HCV-RNA). Resultados: Detectaram-se 66/569 pacientes com sorologia positiva, o que corresponderia a uma prevalência de 11,6%, porém, quando realizamos a RT-PCR nos pacientes com anti-HCV positivo, o percentual da viremia encontrada é de 39,5% (26/66). Conclusões: O anti-HCV, por sua sensibilidade e baixo custo, deve ser realizado entre os portadores de DRC como teste para screening e que a RT-PCR, por ser um exame de maior especificidade, deve ser usado para a confirmação de resultados positivos e verificação de falsopositivos encontrados no ELISA-3ª.
Purpose: The objective of this study was to detect the prevalence of hepatitis C in the units of dialysis in Maceió. Methods: 569 patients with Doença Renal Crônica (DRC) in regular program of hemodiálise (HD) in 6 clinics of dialysis had been enclosed. The laboratorial analysis consisted of the research of the antibody of the virus of hepatitis C (anti-HCV) ELISA-3ª (imuno-enzymatic assay of 3ª generation) in the patients. In the positive cases for anti-HCV, reversa followed of the amplification of cDNA in chain RT- PCR was carried through the transcription (HCV-RNA). Results: 66/569 patients with positive sorologia had detected themselves, what she would correspond to a prevalence of 11,6%, however, when we carry through the RT-PCR in the patients with anti-HCV positive, the percentage of the joined viremia is of 39,5% (26/66). Conclusions: We conclude that the RT-PCR, for being an examination of bigger especificidade, must be used for the confirmation of positive results and verification of false-positives found in the ELISA-3ª. However, anti-HCV, by its sensitivity and low cost, must be carried through enters the DRC carriers as test for screening.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23712
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Publico-23712.pdf445.67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.