Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23363
Title: Marcadores morfológicos e funcionais de lesão tubulo-intersticial em glomerulopatias primárias
Other Titles: Morphological and functional markers of tubulointerstitial lesion in glomerulopathies
Authors: Mastroianni Kirsztajn, Gianna [UNIFESP]
De Deus, Rogério Barbosa [UNIFESP]
Keywords: Nefrose Lipoide
Proteinúria
Fibrose
Nephrosis, Lipoid
Proteinuria
Fibrosis
Issue Date: 2007
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: São Paulo: [s.n.], 2007. 136 p.
Abstract: Tem havido um interesse crescente no estudo do papel da lesao tubulo¬ intersticial na progressao das doencas glomerulares para insufiCiência renal. O componente tubulo-intersticial parece ter uma influencia decisiva no prognostico das doencas renais. O diagnostico precoce das lesoes tubulares proximais pode ser feito pela presenca de niveis anormais de proteinas de baixo peso molecular na urina. Casuistica e metodos: Avaliamos retrospectivamente 100 casos de glomerulopatias com o objetivo de estabelecer o perfil dos niveis urinarios da proteina transportadora do retinol (RBPur) em tais doencas e a possivel associacao com marcadores histologicos de lesao tubulo-intersticial em biopsia renal. A determinacao da RBPur e a biopsia renal ocorreram em momentos proximos, assim como as determinacoes de outros parametros laboratoriais relacionados a avaliacao da funcao renal. O estudo histologico incluiu a graduacao da lesao tubulo-intersticial por microscopia optica e morfometria, usando-se para a ultima coloracao previa pelo vermelho de picrosirius. Resultados: Houve predominio do sexo masculino, de adultos jovens e brancos e de glomerulopatias nao-proliferativas. A probabilidade de ter RBPur anormal foi mais elevada entre pacientes com doencas glomerulares que apresentavam um componente proliferativo predominante (2x, p = 0,163), creatinina se rica basal >1,2 mg/dL (3,5x, p = 0,008), clearance de creatinina <70 mL/min (3,8x, p = 0,006), fibrose intersticial severa (10x, p = 0,042) e atrofia tubular severa (9,6x, P = 0,052). Na analise multivariada, apenas creatinina serica e clearance de creatinina, incluidos separadamente em dois moderas diferentes, associaram-se de forma independente a RBPur. A creatinina serica, o clearance e a RBPur foram posteriormente introduzidos em modelo de regressao de Cox, e somente a RBPur revelou-se um fator prognostico nao-dependente de tempo para sobrevida livre de insufiCiência renal (risco de insufiCiência renal para RBPur anormal foi de 9x, p = 0,035). Conclusao: Concluimos que a determinacao de RBPur, refletindo a presenca de lesao tubulo-intersticial transitoria ou permanente tem relevancia prognostica na progressao das glomerulopatias para insufiCiência renal; os marcadores histologicos e morfometricos avaliados, por sua vez, tiveram uma correlacao fraca com a evolucao clinica de tais pacientes. Consequentemente, o marcador funcional de lesao tubulo-intersticial, RBPur, foi mais adequado para determinar o prognostico das doencas glomerulares do que as analises histologica e morfometrica das biopsias renais
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23363
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.