Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22911
Title: Análise da evidência de estudos clínicos controlados e randomizados em nefrologia
Other Titles: Analysis of evidence from clinical studies randomized and controlled in nephrology: a systematic review of articles indexed in the Cochrane Library
Authors: Carvalho, Aluízio Barbosa de [UNIFESP]
Couto, Claudio Inacio [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Nefrologia
Medicina Baseada em Evidências
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Ensaios Clínicos como Assunto
Artigo Clássico
Pedro
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: COUTO, Cláudio Inácio. Análise da evidência de estudos clínicos controlados e randomizados em nefrologia: uma revisão sistemática de artigos indexados na biblioteca Cochrane. 2013. 93 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Abstract: Evidencia de alta qualidade deve ser usada para aperfeicoar a resposta em curso da comunidade de Saúde para a carga global crescente de doenca renal. No entanto, na pratica, o sucesso da resposta a doenca renal pode ser limitado pela quantidade e qualidade da evidencia sobre as intervencoes para doenca renal. Objetivo: Analisar o numero, as caracteristicas e qualidade dos artigos de estudos clinicos randomizados na doenca renal. Metodos: Todos os artigos de estudos clinicos randomizados na doenca renal foram adquiridos no site da Biblioteca Cochrane. Caracteristicas e qualidade dos artigos foram avaliadas em uma amostra aleatoria de artigos de estudos randomizados em nefrologia, utilizando 11 criterios. Foram analisadas as associacoes entre qualidade e caracteristicas. Resultados: Este estudo coorte de 1.119 ensaios clinicos em nefrologia mostrou um crescimento exponencial ao longo do tempo. Em uma amostra aleatoria de 200 estudos, 42% relataram ter sido financiado, 25% nomeado um unico resultado primario, 25% relataram um calculo do tamanho da amostra, e 23% eram multicentrico. Entre os criterios de qualidade que foram avaliados (21%) tiveram a distribuicao cega e (17%) relataram a intencao de tratar. A qualidade dos artigos melhorou ao longo do tempo e foi superior nos estudos financiados e multicentrico. Conclusoes: Embora muitos aspectos da qualidade dos estudos clinicos estejam melhorando com o tempo, os pesquisadores em doenca renal devem se esforcar para usar e comunicar caracteristicas de delineamentos tais como distribuicao cega, analise da intencao-de-tratar, nomear um unico desfecho primario e realizar o calculo amostral.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22911
Appears in Collections:Tese de doutorado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tese-14106.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.