Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22875
Title: A ocorrência de sintomas respiratórios em indivíduos com distúrbio ventilatório restritivo e com DPOC - Estudo PLATINO: uma amostra de base populacional
Other Titles: The occurrence of respiratory symptoms in restrictive ventilator impairment and COPD: The PLATINO study in Latin America
Authors: Jardim, José Roberto [UNIFESP]
Nonato, Nivia Lucrecia [UNIFESP]
Keywords: Doenças respiratórias
Doença pulmonar obstrutiva crônica
Sinais e sintomas respiratórios
Teste de função pulmonar
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: São Paulo: [s.n.], 2012. 115 p.
Abstract: Introdução: A doença pulmonar obstrutiva apresenta sintomas definidos como tosse, dispneia progressiva, catarro e chiado. Os sintomas clínicos do distúrbio ventilatório restritivo são menos definidos e dependem, principalmente, da etiologia da doença restritiva. Objetivo: O objetivo do estudo foi comparar a ocorrência de sintomas respiratórios no distúrbio ventilatório obstrutivo com aqueles apresentados por indivíduos com distúrbio ventilatório restritivo em cinco cidades envolvidas no estudo PLATINO. Delineamento: Estudo transversal. Métodos: Entre 2002 e 2004, indivíduos acima de 40 anos de idade, de cinco grandes cidades da America Latina, realizaram espirometria pré e pós-broncodilatadora, relataram seus sintomas respiratórios e responderam ao questionário de qualidade de vida (SF-12). Resultados: Entre os 5.315 indivíduos avaliados, 260 (5,1%) tinham o diagnóstico espirométrico de restrição CVF˂LIN com FEV1/FVC normal ou aumentado; ATS/ERS 2005) e 610 (11,9%) foram diagnosticados com doença pulmonar obstrutiva crônica (ATS/ERS 2005). Pacientes com DVR apresentavam mais chiado [(35,8%) vs (28,2%); p<0,03]. Não houve diferença estatisticamente significante na dispneia [(56,9%) vs (49,6%)]; tosse [(26,8%) vs (23,1%)] e catarro [(23,8%) vs (20,8%)] entre os dois grupos. Não havia diferença na qualidade de vida relacionada à saúde SF-12 (física e mental) entre os dois grupos [48,4±9,4 vs 48,3±9,8; 50,8±10,6 vs 50,0±11,5]. Conclusão: Os sintomas respiratórios como tosse, catarro e dispneia não apresentaram diferença entre os grupos. O sintoma chiado no peito foi mais frequente em indivíduos com DVR do que nos com DPOC..
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22875
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.