Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22245
Title: Aspectos neurobiológicos da influência da separação materna na sensibilização comportamental ao etanol
Other Titles: Neurobiological aspects of the influence of maternal separation on ethanol-induced behavioral sensitization
Authors: Suchecki, Deborah [UNIFESP]
Kawakami, Suzi Emiko [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Animais
Etanol
Caracteres sexuais
Corticosterona
Privação materna
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: KAWAKAMI, Suzi Emiko. Aspectos neurobiológicos da influência da separação materna na sensibilização comportamental ao etanol. 2012. 146 f. Tese de Doutorado – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2012.
Abstract: O estresse no inicio da vida aumenta a vulnerabilidade a disturbios psiquiatricos, como depressao e ansiedade, assim como ao abuso de drogas. Um paradigma utilizado para estudar esses efeitos em roedores e a separacao materna longa (SML). Em um estudo previo realizado por nosso grupo, a SML acelerou o desenvolvimento da sensibilizacao comportamental ao efeito estimulante do etanol (EtOH) em femeas e este efeito pode ter sido decorrente de diversas alteracoes, entre elas, hormonais, neuroquimicas e comportamentais. No presente estudo procuramos dissecar essas influencias dos efeitos da SML sobre a sensibilizacao comportamental ao EtOH. Para isso, foram utilizados camundongos machos e femeas, submetidos a SML, que consiste em separar os filhotes de suas maes por 3h/dia do 2º ao 14º dia de vida. O grupo controle foi formado por ninhadas nao manipuladas, exceto para a limpeza das gaiolas-moradia (cuidado padrao de bioterio - CPB). No primeiro experimento, avaliou-se o efeito da SML per se ou apos o tratamento cronico de EtOH na atividade locomotora, nas concentracoes plasmaticas de corticosterona (CORT) e de monoaminas no cortex frontal, estriado e hipocampo, dosadas pelo metodo de ohigh performance liquid chromatographyo (HPLC). Os principais resultados deste experimento mostraram que os machos submetidos a SML e tratados cronicamente com EtOH apresentaram maiores concentracoes de CORT plasmatica e monoaminas hipocampais. Esse ultimo resultado poderia sugerir alteracao do comportamento tipo ansioso, que foi avaliado no Experim ento 2. Assim, os animais CPB e SML foram testados no labirinto em cruz elevado apos a administracao aguda de salina ou de 1,0 ou de 1,25 g/kg de EtOH e os machos SML apresentaram maior comportamento tipoansioso apos a administracao de salina, enquanto que foram mais sensiveis ao efeito ansiolitico do EtOH do que os machos CPB. Outros sistemas envolvidos no processo da sensibilizacao comportamental sao os sistemas opioidergico e do hormonio liberador de corticotrofina (CRH), que foram testados, respectivamente, nos experimentos tres e quatro. Os antagonistas opioidergico (naltrexone) e do receptor 1 do CRH (CRH-R1; CP-154526) diminuiram ou bloquearam a sensibilizacao comportamental dependendo do sexo, sendo que a SML nao modificou este efeito. Concluindo, as concentracoes de CORT e monoaminas foram mais sensiveis aos efeitos da SML, sendo que os machos foram mais influenciados pela manipulacao. A sensibilizacao comportamental nao foi modificada pela SML e o bloqueio da expressao desse fenomeno pelos antagonistas opioidergico e de CRH-R1 ocorreu de maneira sexo-dependente, sendo que os machos foram mais sensiveis ao naltrexone e as femeas ao antagonista de CRH-R1
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22245
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese-13392.pdf793.42 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.