Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21767
Title: Alterações de expressão gênica no hipocampo e envolvimento da via TGFB1 na epileptogênese
Other Titles: Gene expression changes in the hippocampus and involvement of the TGFB1 signaling pathway in epileptogenesis
Authors: Okamoto, Oswaldo Keith [UNIFESP]
Janjoppi, Luciana [UNIFESP]
Keywords: Epilepsia do lobo temporal
Fator de crescimento transformador beta1
Pilocarpina
Expressão gênica
Ratos Wistar
Animais
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: São Paulo: [s.n.], 2011. 112 p.
Abstract: A história clinica de pacientes com epilepsia do lobo temporal (ELT) freqüentemente inclui uma injúria inicial (ex. status epilepticus - SE), seguida por um período latente caracterizado por alterações funcionais e estruturais, principalmente na formação hipocampal. O estudo das alterações moleculares subjacentes a este processo é de fundamental importância para a identificação de genes relevantes à epileptogênese, os quais podem representar potenciais alvos para o desenvolvimento de novas terapias. Embora tenham sido identificados genes diferencialmente expressos após o SE em vários modelos experimentais, pouco se conhece sobre os mecanismos moleculares e as vias de sinalização celular com funções críticas durante a epileptogênese. Nesse sentido, o objetivo principal deste trabalho foi o de analisar padrões de expressão gênica global no hipocampo de ratos submetidos ao modelo experimental de ELT induzido por pilocarpina e avaliar o potencial envolvimento da via sinalizada por TGFB1 no processo epileptogênico. O perfil de expressão gênica em células hipocampais foi avaliado com microarranjos de DNA, em três tempos distintos: três dias pós-SE, sete dias pós-SE e após a primeira crise comportamental espontânea. Para o estudo funcional da via TGFB1, utilizou-se um inibidor específico, SB431542, o qual foi administrado via intracerebroventricular (i.c.v.) em animais submetidos ao modelo da pilocarpina. A avaliação transcriptômica identificou cerca de 1.400 genes diferencialmente expressos, dos quais 128 se mostraram hiper-expressos nos três tempos pós-SE analisados (p ≤ 0,05), dentre eles o TGFB1 (p ≤ 0,01). Além disso, encontrou-se nove genes diferencialmente expressos com função relacionada à regulação epigenética (p≤0,001). Dentre os 128 genes identificados, avaliamos o TGFB1 que mostrou correlação positiva com a epileptogênese. Em relação aos aspectos comportamentais, verificou-se que o tratamento i.c.v. com o inibidor da via TGFB1, SB431542,: diminuiu a incidência de SE (p≤ 0,0001), aumentou o período de latência (p ≤ 0,05) e diminuiu a frequência de crises (p ≤ 0,05). A avaliação histológica, nestes animais tratados com SB431542, mostrou um menor grau no padrão de brotamento axonal de fibras musgosas hipocampais. Neste contexto, nossos achados revelaram alterações moleculares dinâmicas no hipocampo e sugerem o envolvimento da via de sinalização TGFB1 na epileptogênese, a qual pode se tornar alvo para o desenvolvimento de terapias alternativas futuras na ELT.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21767
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.