Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21369
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPayão, Spencer Luiz Marques [UNIFESP]
dc.contributor.authorGatti, Luciano Lobo [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:44:34Z
dc.date.available2015-12-06T23:44:34Z
dc.date.issued2006
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2006. 127 p.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21369
dc.description.abstractObjetivo: Realizar o diagnóstico da infecção pelo Helicobacter pylori, através de Técnicas de Biologia Molecular, genotipar os marcadores de patogenicidade, genes cagA, vacA, iceA e babA das amostras positivas para infecção pelo H. pylori e correlacionar com os polimorfismos da Interleucina-1β Humana (bases ¬511, -31) e ILRN (Receptor Anatagonista) de pacientes adultos e pediátricos. Métodos: O diagnóstico da infecção pelo H. pylori foi realizado através da Técnica da PCR (Reação em Cadeia da Polimerase) utilizando iniciadores (primers) específicos para detecção do H. pylori. A partir das amostras positivas a genotipagem foi realizada também através da Técnica da PCR, utilizando primers referente ao genes cagA, vacA, iceA e babA. A genotipagem do Polimorfismo da 11-1f3 foi realizado através das técnicas de PCR-RFLP (base -511), PCR-CTPP (base -31) e PCR-VNTR (IL-RN). Resultados: Não foi observada associação entre a presença do gene cagA e alelos s1 e m1 do gene vacA em crianças infectadas diagnosticadas com gastrite crônica e mucosa normal (Artigo 1); das 56 amostras de adenocarcinoma gástrico, 75 por cento apresentaram positividade para infecção pelo H. pylori , a freqüência do genótipo II-RN *2/*2 foi baixa e não estava associado com o adenocarcinoma gástrico; a freqüência dos alelos T (Timina) e C (Citosina) das bases -511 e -31 da II-1β na população estudada mostrou-se em equilíbrio de Hardy-Weinberg e não encontramos nenhuma associação com as amostras estudadas (Artigo2); quanto as amostras do material de biópsia de pacientes adultos foi encontrado uma associação dos alelos s1 e m1 com a presença do gene cagA e gastrite crônica e também uma associação do alelo babA2 com gastrite crônica (Artigo 3); com referência a genotipagem dos polimorfismos da II-1β nas crianças estudadas não foi encontrada nenhuma associação das bases -511 e -31 e II-RN com a doença gástrica nesse grupo de crianças (Artigo 4); quanto a genotipagem dos alelos do gene iceA não encontramos nenhuma associação da presença dos mesmos com a doença gástrica nos adultos estudados (Artigo 5). Conclusões: Os objetivos do presente trabalho foram todos alcançados, com suas respectivas publicações que seguem em anexo.
dc.format.extent127 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectHelicobacter pylori/patogenicidadept
dc.subjectPolimorfismo genéticopt
dc.subjectInterleucina-1pt
dc.titleInvestigação dos marcadores de patogenicidade do Helicobacter pylori e dos polimorfismos da interleucina-1Beta humana nas doenças gástricaspt
dc.title.alternativeInvestigation of the patogenicity markers of the helicobacter pylori and human interleucin-1Beta polymorphisms in gastric diseasesen
dc.typeTese de doutorado
dc.identifier.fileepm-20070124150339GARCIA.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.