Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21225
Title: Dimetilaminoetanol(DMAE) na viabilidade de fibroblastos humanos cultivados
Other Titles: Dimethylaminoethanol(DMAE) in the viability of cultivated human fibroblasts
Authors: Gragnani, Alfredo [UNIFESP]
Giannoccaro, Fabiana Bocci [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Deanol
Fibroblastos
Células Cultivadas
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: GIANNOCCARO, Fabiana Bocci. Dimetilaminoetanol(DMAE) na viabilidade de fibroblastos humanos cultivados. 2006. 72 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2006.
Abstract: Introdução: O dimetilaminoetanol (DMAE) tem sido utilizado na prática clínica no combate a rugas e flacidez cervico-facial. Sua ação firmadora é explicada devido a sua molécula ser um precursor de acetilcolina, de forma que o DMAE alteraria a contração muscular. Entretanto não existem trabalhos experimentais que comprovem esta teoria. Pela falta de definição do real mecanismo de ação do DMAE, e não existindo referência na Literatura da sua ação sobre os fibroblastos, foi elaborado estudo para avaliar a ação direta sobre os fibroblastos humanos cultivados. Métodos: Fibroblastos humanos provenientes de fragmento de pele total desprezado de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos estéticos ou reparadores realizados na Disciplina de Cirurgia Plástica da UNIFESP/EPM. Foi utilizada a técnica de explante, e na quarta passagem celular o meio de cultura foi suplementado com diferentes concentrações de DMAE e as células foram avaliadas quanto à proliferação, medidas do cálcio citosólico e ciclo celular. A análise estatística dos resultados foi realizada usando-se o teste de ANOVA seguido pelo teste de Newman-Keuls para múltiplas comparações. Resultados: A proliferação dos fibroblastos mostrou-se diminuída com o aumento das concentrações de DMAE. O tempo de tratamento com tripsina foi maior nos grupos tratados com DMAE de forma dose dependente. Houve aumento de cálcio citosólico na presença de DMAE de forma dose-dependente. Houve um aumento de apoptose nos grupos tratados com DMAE. Conclusão: O DMAE diminuiu a proliferação dos fibroblastos, e causou aumento do cálcio citosólico e alterou o ciclo celular causando um aumento da apoptose nos fibroblastos humanos cultivados.
Background: Dimethylaminoethanol (DMAE) has been used in medical practice to treat facial wrinkles and cervical flabbiness. Its tensor action is explained by its action as an acethylcoline precursor affecting muscular contraction. However, there are no experimental models proving this theory. Due to the lack of information about DMAE action mechanism and no data about DMAE action on fibroblasts in vitro this study was performed. Methods: Human fibroblasts from patients who undergone cosmetic or reparative surgery performed on Plastic Surgery Division from UNIFESP/EPM were cultured from discharged total skin fragment. Explant technique was used and fibroblasts from passage four were cultured with different concentrations of DMAE. The cells were evaluated in proliferation, cytosolic calcium, and cellular cycle. Statistical analysis was done using ANOVA and Newman-Keuls test for multiple comparisons. Results: Fibroblast proliferation diminished with increasing DMAE concentrations. The trypsin treatment in DMAE groups was longer than in control group in a dose dependent way. Increasing in cytosolic calcium was found in DMAE groups in a dose dependent manner. Apoptosis increased in DMAE treatment group. Conclusion: DMAE diminished fibroblast proliferation, increased cytosolic calcium leading to increasing apoptosis in cultured human fibroblasts.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21225
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Publico-21225.pdf456.18 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.