Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17801
Title: Distonia focal laríngea de adução tratada por injeções bilaterais de toxina botulínica: estudo retrospectivo da relação entre dose, tempo de benefício e efeitos adversos
Other Titles: Adductor laryngeal dystonia treated with bilateral botulinum toxin injections: a retrospective study of the relationship among the dose, the duration of benefit and the adverse efeccts
Authors: Behlau, Mara [UNIFESP]
Gielow, Ingrid [UNIFESP]
Keywords: Distúrbios da voz
Toxinas botulínicas
Distonia
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: São Paulo: [s.n.], 2002. 117 p. ilustab.
Abstract: Objetivo: Analisar a relacao entre dose, tempo de beneficio e efeitos adversos das injecoes bilaterais de toxina botulinica usadas no tratamento das distonia focais laringeas de aducao. Metodos: Estudo retrospectivo de informacoes protocoladas sobre o tratamento de 123 individuos com distonia focal laringea de aducao, sendo 87 mulheres e 36 homens, submetidos a 1177 injecoes bilaterais de toxina botulinica. Resultados: Encontrou-se significancia entre o aumento de dose e o aumento do tempo de beneficio ate doses de 8,0 U, o que nao ocorreu com as doses acima de 8,1 U. Os homens com distonia focal laringea de aducao apresentam tempo de beneficio maximo com doses entre 2,1 e 8,0 U, enquanto as mulheres apresentam tempo de beneficio maximo com as doses entre 4,1 e 8,0 U. Quando houve efeitos adversos, a ocorrencia e respectivo tempo de duracao destes efeitos, em geral, nao se relacionaram significantemente as doses de toxina administradas. Os efeitos adversos mais frequentes foram alteracoes indesejaveis da qualidade vocal e dificuldades na degluticao; quando em homens, as dificuldades na degluticao relacionaram-se significantemente com a dose. Conclusoes: Injecoes bilaterais de toxina botulinica tem-se mostrado eficientes e seguras no alivio dos sintomas da distonia focal laringea de aducao, desordem que provoca alteracoes vocais devastadoras. Doses diminutas da toxina podem atingir o beneficio desejado, sendo desnecessaria a exposicao do individuo a doses maiores. A eventual ocorrencia de efeitos adversos apos as injecoes independe da dose administrada. De um modo geral, os homens, comparados as mulheres, necessitam de doses menores para obterem o tempo de beneficio maximo no alivio dos sintomas, mas quando apresentam efeitos adversos relacionados a dificuldades na degluticao, as doses devem ser reduzidas
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17801
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.