Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17782
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBorges, Alda Christina Lopes de Carvalho [UNIFESP]
dc.contributor.authorTedesco, Maria Lucy Fraga [UNIFESP]
dc.date.accessioned2015-12-06T23:01:59Z
dc.date.available2015-12-06T23:01:59Z
dc.date.issued2002
dc.identifier.citationSão Paulo: [s.n.], 2002. 204 p. ilustab.
dc.identifier.urihttp://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17782
dc.description.abstractObjetivo: Caracterizar a habilidade de lateralizacao sonora por meio da diferenca interaural de tempo, buscando o menor tempo de atraso interaural que produz lateralizacao para a orelha em que o estimulo chegou primeiro, levando em conta as condicoes de ambiente e equipamento de apresentacao do estimulo, o nivel de j intensidade do estimulo, a tecnica de apresentacao dos tempos de atraso interaural quanto a ser ascendente ou descendente, a ordem de aplicacao das tecnicas ascendente e descendente e a forma de resposta usada para indicar o local da sensacao sonora. Metodos: 0 instrumento elaborado para a realizacao desta pesquisa, denominado Teste de Lateralizacao Temporal, foi gravado em Compact Disc (CD) utilizando apresentacoes binaurais da palavra paca com tempos de atraso interaural entre 0 e 500 microssegundos (ms). A primeira faixa do CD, utilizada para treino do teste, contem 15 apresentacoes binaurais da palavra paca com diferencas de Oms, 500lms de atraso a direita e 500ms de atraso a esquerda. A segunda faixa do CD contem 20 tempos de atraso, entre 23 e 4541ms, a direita e a esquerda, totalizando 40 apresentacoes em tempo descendente, porem arranjadas aleatoriamente. A terceira faixa contem as mesmas 40 apresentacoes da faixa anterior, mas em tempo ascendente, tambem arranjadas aleatoriamente. 0 grupo de ouvintes normais foi constituido por 80 jovens do sexo feminino com idade entre 18 e 25 anos. 0 estimulo foi apresentado atraves de um CD compact player e as condicoes de apresentacao do estimulo variaram quanto ao uso ou nao do audiometro e da cabina acustica, quanto ao uso de 20dBNS ou 40dBNS como nivel de intensidade, quanto a apresentacao dos tempos de atraso interaural atraves das tecnicas ascendente e descendente e quanto a resposta do paciente que poderia ser a indicacao do local de sensacao da origem do som nomeando ou apontando em si proprio. Resultados e conclusoes: 0 Teste de Lateralizacao Temporal e um teste adequado para avaliar a habilidade de lateralizacao de estimulos sonoros atraves da diferenca interaural de tempo. A media da diferenca interaural de tempo minima para lateralizacao sonora foi de 201,4ms na orelha direita e de 154,6ms na orelha esquerda na tecnica ascendente de apresentacao do tempo de atraso interaural e de 293,8ms na orelha direita e de 237,1 ms na orelha esquerda na tecnica descendente. Pode ser aplicado em cabina acustica com o CD compact player...(au)pt
dc.format.extent204 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rightsAcesso restrito
dc.subjectLocalização de Sompt
dc.subjectAudiçãopt
dc.subjectTestes Auditivospt
dc.subjectPercepção Auditivapt
dc.subjectSound Localizationen
dc.subjectHearingen
dc.subjectHearing Testsen
dc.subjectAuditory Perceptionen
dc.titleLateralização sonora: diferença interaural mínima de tempo em ouvintes normaispt
dc.title.alternativeSound lateralization: minimum interaural time difference in normal listenersen
dc.typeTese de doutorado
dc.identifier.fileepm-017673.pdf
dc.description.sourceBV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campusSão Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM)pt
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.