Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17297
Title: A comunicação do diagnóstico em pacientes com câncer
Other Titles: Information needs in cancer patients
Authors: Chaves, Ana Cristina [UNIFESP]
Novaes-Pinto, Renata [UNIFESP]
Keywords: Neoplasias
Adaptação psicológica
Comunicação
Diagnóstico
Issue Date: 2001
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: São Paulo: [s.n.], 2001. 96 p. ilustab.
Abstract: Introduçao: A comunicaçao e informaçao médica aos pacientes com câncer têm sido um importante tema em oncologia nas últimas décadas, refletindo as mudanças ocorridas na atitude dos médicos frente aos direitos éticos dos pacientes em receber informaçao. Padroes culturais de comportamento e características individuais podem determinar a preferência ou nao pela informaçao. Objetivos: Conhecer as necessidades de informaçao geral e específica que pacientes com câncer têm sobre sua condiçao médica e se existe correlaçao com sintomas psiquiátricos menores. Determinar as características sócio-demográficas relacionadas com querer informaçao ou nao. Métodos: 298 pacientes foram entrevistados em centro oncológico em Sao Paulo, através de questionários específicos. Um estudo piloto foi realizado previamente para detectar possíveis dificuldades no manuseio do material. Resultados: 95 por cento dos pacientes entrevistados gostariam de receber informaçao sobre sua doença , principalmente se o que têm é câncer (95 por cento), quais sao as chances de cura (89 por cento) e conhecer os efeitos colaterais do tratamento (94 por cento). Querer ou nao informaçao nao esteve relacionado com os dados sócio-demográficos, com ser caso ou nao caso pelo SRQ-20, porém homens jovens querem mais informaçao que homens mais velhos. Os sintomas mais freqüentes no SRQ-20 foram os relacionados a sintomas depressivos e mais expressivos em homens jovens. Conclusoes: Diante destes resultados é importante reconhecer que a comunicaçao aos pacientes com câncer envolve desejo dos pacientes em receber informaçoes médicas, porém, é preciso levar em consideraçao as diferenças individuais, identificando os mais vulneráveis e deprimidos, para propor intervençoes adequadas.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17297
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.