Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17263
Title: Comparação do sistema de infusão endovenosa sem agulhas com o sistema de infusão convencional
Other Titles: Comparasion of needleless intravenous system with standard infusion system
Authors: Wey, Sergio Barsanti [UNIFESP]
Batista, Ruth Ester Assayag [UNIFESP]
Keywords: Agulhas
Distribuição espacial da população
Flebite
Issue Date: 2000
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: São Paulo: [s.n.], 2000. 96 p. ilustab.
Abstract: O sistema sem agulhas (SSA) tem sido utilizado para infusoes endovenosas e arteriais, com o objetivo de reduzir o uso de agulhas de aco nesses acessos e assim diminuir o numero de acidentes ocupacionais. Porem, ha estudos que relatam aumento das complicacoes infecciosas para os pacientes. Este estudo comparou o SSA com o sistema convencional (SC), quando utilizados em acessos venosos, em relacao: a incidencia de infeccao de corrente sanguinea relacionada ao cateter intravascular; a infeccao do sitio de insercao do cateter central; a taxa de colonizacao dos cateteres (perifericos e centrais); a taxa de flebite associada a cateter periferico. Avaliou-se tambem o numero de acidentes ocupacionais com material perfurocortante com a utilizacao do SSA e do SC, o custo dos dois sistemas de infusao e a aceitacao dos enfermeiros em relacao ao sistema sem agulha. Para atingirmos nossos objetivos, foi escolhido um Estudo Clinico Randomizado Controlado. O estudo foi desenvolvido em um hospital geral, com 141 leitos, terciario, privado e sem fins lucrativos. No estudo foram incluidos 656 pacientes, dos quais 323 foram submetidos a tratamento clinico e 333 a tratamento cirurgico. Nestes pacientes, foram instalados setenta cateteres centrais, dos quais 32 cateteres foram utilizados com o SSA e 38 como SC. Foram utilizados 1.152 cateteres perifericos. Destes, 601 cateteres foram utilizados com o SSA e 551 com o SC. A randomizacao foi realizada pelo numero do apartamento que o paciente era internado. O setor de internacao responsavel pela locacao dos clientes nos apartamentos desconhecia a realizacao do trabalho. Durante o periodo de estudo, ocorreram duas infeccoes de corrente sanguinea relacionada ao cateter, uma em cada sistema de infusao. Nao houve diferenca significante na taxa de infeccao e na colonizacao dos cateteres centrais entre o grupo de pacientes que utilizou o SSA e os que utilizaram o SC. Em relacao aos cateteres perifericos, tambem nao houve diferenca significante na taxa de colonizacao e na incidencia de flebites entre os dois grupos. Foi registrado um acidente ocupacional com agulha no periodo em que era utilizado somente SC e nenhum acidente foi notificado quando o SSA comecou a ser utilizado em 50 por cento dos pacientes. Para comparar o custo do SSA com o do SC, foram realizadas tres analises. Na primeira, foram utilizadas prescricoes hipoteticas, constando-se que o SSA era 117 por cento mais ...(au)
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17263
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.