Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1692
Title: Comparação da situação nutricional de crianças de baixa renda no segundo ano de vida, antes e após a implantação de programa de atenção primária à saúde
Other Titles: Comparison of nutritional status of low-income children in the second year of life before and after primary health care intervention
Authors: Lessa, Angelina do Carmo [UNIFESP]
Devincenzi, Macarena Urrestarazu [UNIFESP]
Sigulem, Dirce Maria [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Primary Health Care
Child Nutrition Disorders
Anemia
Breast-Feeding
Cuidados Primários de Saúde
Transtornos da Nutrição Infantil
Aleitamento Materno
Anemia
Issue Date: 1-Apr-2003
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Citation: Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 19, n. 2, p. 505-514, 2003.
Abstract: The so-called Slum Project or Projeto Favela at the São Paulo School of Medicine, Federal University in São Paulo, conducts numerous primary health care activities in low-income communities in the city of São Paulo to prevent and control nutritional deficiencies. The aim of this study was to compare the nutritional status of children from 12 to 26 months of age before and after preventive intervention. The study was conducted with two groups, before and after intervention, with 57 and 65 children, respectively. Anthropometric measures and hemoglobin values were obtained. In the before-intervention group, the prevalence of malnutrition as measured by weight for age and weight for height was 12.3% and 1.8% respectively, whereas there were no cases of malnutrition in the after-intervention group. There was a reduction in the prevalence of anemia, especially the severe form, from 33% to 7%. Mean hemoglobin increased from 10.1 to 11.0 g/dl, and the duration of breastfeeding was greater (> 180 days) after intervention.
O Projeto Favela, da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), realiza diversas atividades de educação e promoção das ações básicas de saúde em comunidades carentes do Município de São Paulo, visando principalmente a prevenção e controle de carências nutricionais. O objetivo do estudo foi comparar a situação nutricional de crianças com idades entre 12 e 26 meses, antes e após a implantação de um conjunto de ações preventivas. Formaram-se dois grupos, pré e pós implantação, com 57 e 65 crianças respectivamente, que foram submetidas à avaliação antropométrica e dosagem de hemoglobina. O grupo exposto a todas as ações não apresentou nenhum caso de desnutrição (0%) para os indicadores P/I e P/E, comparado a 12,3% e 1,8%, respectivamente, no grupo pré implantação. Houve redução da prevalência de anemia, sobretudo a de maior gravidade, que passou de 33% para 7%, com aumento do valor médio da hemoglobina (de 10,1 g/dl para 11,0 g/dl) além de maior porcentual de crianças com aleitamento materno total acima de 180 dias no grupo pós-implantação.
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1692
ISSN: 0102-311X
Other Identifiers: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2003000200017
Appears in Collections:Em verificação - Geral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
S0102-311X2003000200017.pdf81.67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.