Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15605
Title: Avaliação do segmento anterior do olho com seio camerular oclusivo pela biomicroscopia ultra-sônica
Other Titles: Evaluation of the anterior eye segment with occlusive camerular sinus by biomicroscopic ultrasonography
Authors: Mello, Paulo Augusto de Arruda [UNIFESP]
Pereira, Ana Cláudia Alves [UNIFESP]
Keywords: Glaucoma de ângulo fechado
Pressão intraocular
Biometria
Terapia a laser
Issue Date: 1998
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: São Paulo: [s.n.], 1998. 137 p.
Abstract: A UBM constitui-se um novo recurso diagnóstico, com potencial de elucidar as relaçöes anatômicas que säo a base de inúmeras doenças do segmento anterior do olho, principalmente do glaucoma. O estudo da configuraçäo do seguimento anterior, por meio desse mótodo, tem permitido definir as anormalidades anatômicas e entender os vários mecanismos físicos que levam os olhos anatomicamente predispostos (olhos com ângulos oclusivos) ao fechamento angular. Sabe-se que estes olhos apresentam características biométricas próprias. Decidimo-nos entäo estudá-los, através da UBM, quantificando suas estruturas internas, antes e após a prova de pronaçäo em quanto escuro (PPQE), bem como antes e após a iridotomia a laser, com o intuito de analisar as alteraçöes que ocorrem nesses olhos, após estes procedimentos. Para tal, foram selecionados 25 olhos de l7 pacientes, entre 42 a 73 anos de idade (média 57,5 anos), apresentando câmara anterior rasa na avaliaçäo à lâmpada de fenda (classificaçäo de VAN HERICK et al., 1969) e ângulos graus III e IV, pela classificaçäo gonioscópica de SCHEIE(1957). Numa primeira fase, a PPQE foi positiva em l6 (64(por cento)) olhos e negativa em 9(36(por cento)). Os olhos com prova positiva submetidos à iridotomia a laser, e deram prosseguimento à segunda fase do estudo. Nesta, 87,5(por cento) dos olhos negativaram a prova. Observou-se que após a PPQE houve uma reduçäo significante na amplitude do ângulo e na profundidade da câmara anterior, tanto nos olhos com PPQE positiva quanto negativa, nas duas fases do estudo. Nos olhos positivos, no entanto, a reduçäo foi maior. Osvalores médios observados para estas variáveis, nos períodos pré e pós-pronaçäo na primeira fase foram respectivamente: ll,42 ñ 4,8§ e l,75 ñ 2,0§, para a medida do ângulo camerular; 1,820 ñ 0,2 mm e 1,770 ñ 0,2 mm para profundidade da câmara anterior. Após a iridotomia houve um aumento significante na amplitude do ângulo e da câmara anterior. Os valores médios encontrados na segunda fase, nos periodos pré e pós-pronaçäo, foram respectivamente: 17,93 ñ 2,5§ e 12,03 ñ 2,8º para a medida do ângulo e 1,860 ñ 0,2 mm e 1,830 ñ 0,2 mm para a profundidade da câmara. Nota-se que a reduçäo observada na segunda fase foi significantemente menor, ou seja, houve apenas um estreitamento do ângulo e da câmara anterior, e näo mais a sua oclusäo. O ângulo do corpo ciliar apresentou um valor médio de 36,55 ñ 7,4º, passando a 29,67 ñ 10,2º após a PPQE. Na segunda fase ...(au).
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15605
Appears in Collections:Em verificação - Dissertações e teses

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.