Prevalência de sintomas do transtorno dismórfico corporal em abdominoplastia, rinoplastia e ritidoplastia

Prevalência de sintomas do transtorno dismórfico corporal em abdominoplastia, rinoplastia e ritidoplastia

Título alternativo Prevalence of symptoms of body dysmorphic disorder in abdominoplasty, rhinoplasty, and rhytidoplasty
Autor Rocha, Maria José Azevedo de Brito Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Nahas, Fabio Xerfan Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional - São Paulo
Resumo INTRODUCTION: Body dysmorphic disorder (BDD) and comorbid mental disorders may compromise the visual perception of body parts, causing dissatisfaction in patients, who may consult a plastic surgeon. OBJECTIVE: To identify the level of dissatisfaction with appearance and prevalence of BDD symptoms in a population of candidates to three plastic surgical procedures. METHODS: Three-hundred patients of both sexes were allocated into three groups: abdominoplasty (GA) (n=90), rhinoplasty (GR) ( n=151), and rhytidoplasty (Grit) ( n=59). Each group was subdivided into two sub-groups: patients without BDD symptoms (n=39; n=72; n=34) and patients with BDD symptoms (n=51; n=79; n=25), according to the Body Dysmorphic Disorder Examination (BDDE), which was administered preoperatively. RESULTS: The prevalence of BDD symptoms in GA, GR and GRit was 57%, 52%, and 42%, respectively. Significant associations were found between BDD symptoms, degree of body dissatisfaction, and sexuality inhibition in the three groups. GA patients were the most dissatisfied with appearance and had the greatest number of BDD symptoms compared with the other groups (GR, GRit). GRit had the greatest percentage of patients with severe symptoms (64%), followed by GA (59%) and GR (38%). CONCLUSION: The candidates to the three plastic surgical procedures had high prevalence of BDD symptoms. GA showed the highest degree of body dissatisfaction and greatest number of BDD symptoms, GR had the lowest percentage severe cases, and Grit had the highest percentage of severe cases.

INTRODUÇÃO: O transtorno dismórfico corporal (TDC), e a comorbidade com outros transtornos mentais podem comprometer a percepção da forma de partes do corpo levando à insatisfação do paciente que, por vezes, procura o cirurgião plástico. OBJETIVO: Identificar o grau de insatisfação com a aparência física e a prevalência de sintomas do TDC em população candidata a três procedimentos de cirurgia plástica. MÉTODOS: Distribuiuse 300 pacientes de ambos os gêneros, em três grupos: abdominoplastia (n=90), rinoplastia (n=151) e ritidoplastia (n=59). Cada grupo foi dividido em dois subgrupos: pacientes sem sintomas do TDC (n=39; n=72; n=34) e com sintomas (n=51; n=79; n=25), segundo o Body Dysmorphic Disorder Examination (BDDE), administrado no pré-operatório. RESULTADOS: A prevalência de sintomas do TDC nos pacientes do grupo abdominoplastia foi de 57%, no grupo rinoplastia 52% e no grupo ritidoplastia foi de 42%. Houve associação entre sintomas do TDC, grau de insatisfação corporal e inibição da sexualidade, nos três grupos cirúrgicos. O grupo abdominoplastia revelou mais insatisfação com a aparência e maior proporção de sintomas do TDC, do que os outros grupos. No grupo ritidoplastia identificou-se maior proporção de sintomas graves (64%), quando comparado ao de abdominoplastia (59%) e rinoplastia (38%). CONCLUSÃO: Os pacientes candidatos aos três procedimentos de cirurgia plástica apresentaram prevalência alta de sintomas de TDC. O grupo abdominoplastia revelou maior grau de insatisfação corporal e mais sintomas de TDC, o grupo rinoplastia apresentou menor proporção de casos graves e o grupo ritidoplastia maior proporção de casos graves.
Palavra-chave Prevalência
Autoimagem
Procedimentos cirúrgicos reconstrutivos/psicologia
Transtornos dismórficos corporais/psicologia
Rinoplastia/psicologia
Ritidoplastia/psicologia
Abdome/cirurgia
Idioma Português
Data de publicação 2011-07-27
Publicado em ROCHA, Maria José Azevedo de Brito. Prevalência de sintomas do transtorno dismórfico corporal em abdominoplastia, rinoplastia e ritidoplastia. 2011. 247 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 247 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9963

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-9963.pdf
Tamanho: 12.79MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta