Prevalência de asma e doenças alérgicas em adolescentes, de 13 e 14 anos, do município de Belém (Pará): caracterização da asma e identificação de possíveis fatores de risco associados

Prevalência de asma e doenças alérgicas em adolescentes, de 13 e 14 anos, do município de Belém (Pará): caracterização da asma e identificação de possíveis fatores de risco associados

Título alternativo Prevalence of asthma and allergic diseases in schoolchildren aged from 13 to 14 years in the city of Belem (Para): characterization of asthma and possible associated risk factors
Autor Barreto, Bruno Acatauassú Paes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Solé, Dirceu Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Pediatria e Ciências Aplicadas à Pediatria – EPM
Resumo Objetivo: Este estudo teve como objetivos, determinar a prevalência de asma, rinite alérgica e eczema atópico em adolescentes, residentes em Belém (PA), no período de agosto de 2007 a dezembro de 2009. A presença de atopia, as características da asma e a avaliação de possíveis fatores de risco associados, também foram objetivos secundários avaliados. Métodos: Estudo epidemiológico transversal avaliou 3.725 adolescentes de 13 e 14 anos, sem distinção de gênero, matriculados em escolas públicas e privadas, do município de Belém (PA), os quais responderam o questionário padrão por escrito (QE) do International Study of Asthma and Allergies in Childhood (ISAAC). Desta avaliação inicial, seguiu-se estudo de caso-controle em amostra aleatória de adolescentes, os quais 126 considerados asmáticos e 254 não asmáticos foram avaliados por QE complementar, constituído por 33 questões referentes a dados pessoais, familiares e ambientais, respondidos pelos pais ou responsáveis. Calcularam-se a prevalência da asma e de doenças alérgicas relacionadas, assim como de seus sintomas, de acordo com o gênero e tipo de escola frequentada (particular ou pública). Utilizou-se o teste do qui-quadrado para comparar estas diferentes proporções. A associação entre asma e fatores de risco foi avaliada pela análise de regressão logística, considerando-se nível de significância estatística de 5%. Resultados: Foram admitidos 3.708 adolescentes, que responderam o QE-ISAAC de modo adequado, sendo 1.782 (48%) do sexo masculino. A prevalência de asma, rinite e eczema atópico nos últimos 12 meses foi: 20,7%, 44,2% e 12,5%, respectivamente. A prevalência de sintomas nos últimos 12 meses para asma, rinite e eczema atópico foi significantemente maior entre as mulheres (asma: 22,6% vs. 18,7%, p = 0,0039; rinite: 46,8% vs. 41,2%, p = 0,0005; eczema: 14,0% vs. 10,8%, p = 0,0045). Os adolescentes de escolas privadas, comparados aos das escolas públicas, apresentaram maior prevalência de doença ativa para asma (23,3% vs. 15,8%, p < 0,0001) e para rinite (52,0% vs. 29,6%, p < 0,0001). O diagnóstico médico de asma, rinite e eczema atópico foi 29,3%, 30,7% e 10,4%, respectivamente. Os fatores de risco significativamente associados à asma foram: presença de rinite diagnosticada (OR = 1,7; IC 95%: 1,2 - 2,9), rinite atual (OR = 3,2; IC 95%: 1,8 - 5,9), diagnóstico prévio de sarampo (OR = 4,7; IC 95%: 2,3 - 9,8), diagnóstico prévio de tuberculose (OR = 38,9; IC 95%: 4,6 - 328,0), presença de umidade no ambiente intradomiciliar (OR = 1,8; IC 95%: 1,1 - 3,2), presença de fumante intradomiciliar (OR = 2,4; IC 95%: 1,2 - 4,5) e o aleitamento materno (OR = 4,2; IC 95%: 1,1 - 15,2). Na avaliação da sensibilização atópica, a positividade para pelo menos um alérgeno foi significantemente maior nos adolescentes asmáticos (86,5% vs 32,4%; p < 0,0001), assim como a positividade para dois ou mais alérgenos (50,0% vs 22,7%; p < 0,0001). Analisando os alérgenos testados individualmente, a positividade para D. pteronyssinus, B. tropicalis, Cão, Gato e P. americana foram significantemente maiores nos adolescentes asmáticos, quando comparados aos não asmáticos. Conclusões: A prevalência de asma e eczema atópico em adolescentes no município de Belém foi semelhante à média brasileira, no entanto, a de rinite alérgica foi significantemente mais elevada. O diagnóstico médico de asma foi mais frequente do que a presença de sintomas sugestivos de asma. A história pregressa de tuberculose e sarampo, o aleitamento materno, a presença de umidade e de fumantes no domicílio e a presença concomitante de rinite alérgica, foram os principais fatores de risco associados ao desenvolvimento de asma nestes adolescentes, os quais apresentaram maior número de sensibilizações que os não asmáticos, principalmente para os ácaros da poeira doméstica, alérgenos de cão, gato e barata.
Assunto Adolescente
Asma
Rinite
Dermatite atópica
Epidemiologia
Fatores de risco
Idioma Português
Data 2010-11-24
Publicado em BARRETO, Bruno Acatauassú Paes. Prevalência de asma e doenças alérgicas em adolescentes, de 13 e 14 anos, do município de Belém (Pará): caracterização da asma e identificação de possíveis fatores de risco associados. 2010. 100 f. Tese (Doutorado) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 100 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9957

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-342a.pdf
Tamanho: 1.025Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: Publico-342b.pdf
Tamanho: 1.844Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)