Polimorfismo da região promotora -670 do gene FAS nas NIC 3 e carcinoma invasivo do colo do útero

Polimorfismo da região promotora -670 do gene FAS nas NIC 3 e carcinoma invasivo do colo do útero

Título alternativo FAS-670 gene promoter region polymorphism in CIN 3 and invasive cervical carcinoma
Autor Fedrizzi, Edison Natal Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silva, Ismael Dale Cotrim Guerreiro da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective: The human papillomavirus (HPV) is the etiologic agent of cervical cancer, but alone it is incapable of inducing oncogenesis. Rather, progression to invasive lesions is associated with host immunity and interference in the process of cellular apoptosis. Among the several genes involved in cell death, the FAS gene appears to be an important factor. The aim of this study was to evaluate whether there is an association between polymorphisms of the FAS -670 gene promoter region and preinvasive and invasive lesions of the cervix. Methods: The FAS gene was evaluated for the presence of polymorphisms using polymerase chain reaction and restriction fragment length polymorphism techniques in 225 blood samples for the control group, as well as cervical tissue from patients with cervical intraepithelial neoplasia grade 3 (CIN 3; 75 cases) or invasive carcinoma (214 cases). Results: The heterozygous genotype (AG) of the FAS -670 gene promoter region was significantly more frequent in women with CIN 3, with an estimated risk of three times (OR=3.0; 95% CI: 1.29 to 7.16). No difference, however, was observed in the control group and women with cervical cancer. In women with cancer, the genotypes were similar in the different histological types and degree of tumor differentiation. Assessing allelic distribution (A or G), we observed no difference in frequency of allele in studied groups. Conclusion: Polymorphism of the promoter region of the FAS -670 gene was associated with increased risk of CIN 3, but not for invasive cancer of the cervix when compared to the control group.

Objetivo: O Papillomavirus humano (HPV) é o agente etiológico do câncer cervical, mas isoladamente é incapaz de induzir a oncogênese. A progressão para as lesões invasoras está associada à imunidade do hospedeiro, dentre as quais, a interferência no processo de apoptose celular. Entre os vários genes associados à morte celular, o gene FAS parece ser um elemento importante. O objetivo deste estudo foi avaliar se há uma associação do polimorfismo da região promotora -670 do gene FAS com a NIC 3 e o carcinoma invasivo do colo do útero. Métodos: A avaliação da presença do polimorfismo do gene FAS foi realizada através da Técnica de PCR e RFLP em amostras de sangue para o grupo controle (225 amostras) e de tecido cervical para o grupo de casos, com NIC 3 (75 casos) e carcinoma invasor (214 casos). A análise estatística foi realizada através do cálculo do Teste Exato de Fisher, Kruskal-Wallis, Mann-Whitney e Qui-Quadrado, sendo considerado o valor de significância de 5% ou p<0,05. Resultados: O genótipo heterozigoto (AG) do gene FAS -670 foi significativamente mais frequente no grupo de mulheres com NIC 3, com um risco estimado de 3 vezes (OR=3,0; 95% IC: 1,29-7,16), quando ajustado a idade. Não houve diferença, porém, tanto no grupo controle quanto nas mulheres com carcinoma cervical. Nenhum genótipo esteve associado a um maior risco de NIC 3 ou câncer quando comparamos idade e etnia. Nas mulheres com câncer, os genótipos foram semelhantes nos diferentes tipos histológicos (epidermóide e adenocarcinoma) e grau de diferenciação tumoral. Avaliando a distribuição alélica (A e G), não observamos diferença na frequência dos alelos nos grupos estudados. Conclusão: O polimorfismo da região promotora do gene FAS -670 esteve associado a um risco maior de lesão intraepitelial de alto grau (NIC 3), mas não para o câncer invasor do colo do útero, quando comparados ao grupo controle.
Palavra-chave Apoptose
Apoptosis
CIN 3
Genetic polymorphism
NIC 3
Neoplasias do colo do útero
Polimorfismo genético
Uterine cervical neoplasms
Antígenos CD95
CD95 antigens
Idioma Português
Data de publicação 2011-03-30
Publicado em FEDRIZZI, Edison Natal. Polimorfismo da região promotora -670 do gene FAS nas NIC 3 e carcinoma invasivo do colo do útero. 2011. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 179 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9939

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-12661a.pdf
Tamanho: 1.894MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-12661b.pdf
Tamanho: 1.881MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta