Parâmetros ecocardiográficos e peptídeo natriurético cerebral em pacientes no pósoperatório tardio de tetralogia de Fallot

Parâmetros ecocardiográficos e peptídeo natriurético cerebral em pacientes no pósoperatório tardio de tetralogia de Fallot

Título alternativo Echocardiographic parameters and brain natriuretic peptide in patients after surgical repair of tetralogy of Fallot
Autor Tatani, Solange Bernardes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Moisés, Valdir Ambrósio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (cardiologia) – São Paulo
Resumo Background: Although the residual lesions after surgical correction of tetralogy of Fallot (TOF) can be evaluated by Doppler echocardiography (DE), the relation of DE parameters with the proBNP level, a potential biomarker of right ventricle overload, is not well known. The objective this study was to evaluate the DE parameters and their relation to proBNP levels. Methods: proBNP plasma level and Doppler echocardiography parameters were obtained in the same day in 49 patients later after repair of TOF (mean age of 14.7 years, 51% female, mean PO time of 9.5 years). The DE parameters studied were the dimensions of the right atrium (RA) and ventricle (RV), RV diastolic and systolic function and residual pulmonary lesions. The relation between them and proBNP levels were analyzed and the cutoff values of DE parameters for elevated proBNP determined. Results: proBNP was elevated in 53% and correlated with RV diastolic diameter (r=0.41; p=0.003), RA longitudinal (r=0.52; p=0.0001) and transversal (r=0.47; p=0.001) diameters, pressure half time of pulmonary regurgitation (PR) velocity (PHT) (r= -0.42; p=0.005) and the PR index (r=-0.60; p<0.001). By multivariate analysis the PR index (r=-597; p=0,001; CI: -913.2 to –280.8) and RA longitudinal (r=7.74; p<0,001; CI 4.18 to 11.31) were independent predictors of elevated proBNP. PHT lower than 64 ms (0.76) and PRi lower than 0.65 (0.81) had the best accuracy for elevated proBNP. Conclusion: proBNP may be increased in patients after surgical repair of TOF, correlated with the size of right cardiac chambers and the severity of PR.

Introdução e objetivos: as disfunções sistólica e diastólica do ventrículo direito, secundárias às lesões residuais após a correção cirúrgica da tetralogia de Fallot, contribuem para a morbidade e mortalidade no pós-operatório tardio. Embora estas lesões residuais possam ser avaliadas pela ecocardiografia Doppler, a relação entre os parâmetros ecocardiográficos e os níveis de proBNP (fragmento N-terminal do pró- BNP), um potencial biomarcador de sobrecarga ventricular direita, ainda não está bem estabelecida. Os objetivos do estudo foram analisar, em pacientes no pós-operatório de tetralogia de Fallot, a relação dos níveis plasmáticos de proBNP com parâmetros ecocardiográficos das dimensões das cavidades cardíacas direitas e da gravidade das lesões residuais, e os possíveis marcadores ecocardiográficos de níveis elevados de proBNP. Métodos: os níveis séricos de proBNP e os parâmetros ecocardiográficos foram obtidos no mesmo dia em 49 pacientes no pós-operatório tardio de tetralogia de Fallot (idade média de 14,7 anos, 51% do sexo feminino, com tempo médio de pós-operatório de 9,5 anos). Os parâmetros Doppler ecocardiográficos analisados foram: dimensões do átrio e ventrículo direitos, funções sistólica e diastólica ventricular direita e lesões pulmonares residuais. A relação entre estas variáveis e os níveis de proBNP foi analisada com testes de correlação de Pearson e análises uni e multivariada. Os valores de corte dos parâmetros ecocardiográficos preditores de níveis elevados de proBNP foram analisados pela curva ROC. Resultados: os níveis de proBNP estavam elevados em 53% dos pacientes e correlacionaram-se com o diâmetro diastólico do ventrículo direito (r= 0,41; p=0,003), com diâmetros longitudinal (r= 0,52; p=0,0001) e transversal (r= 0,47; p=0,001) do átrio direito, com o tempo de me0,41; p=0,005) e com o índice do refluxo pulmonar (r= -0,60; p<0,001). Pela análise multivariada o índice do refluxo pulmonar (R= -597; p=0,001; IC: -913,2 a -280,8) e o diâmetro longitudinal do átrio direito (R= 7,74, p<0,001; IC: 4,18 a 11,31) foram preditores independentes de proBNP elevado. Tempo de meia-pressão menor que 64 ms e índice do refluxo pulmonar menor que 0,65 apresentaram a melhor acurácia para indicar proBNP elevado. Conclusões: os níveis de proBNP podem estar elevados no pós-operatório tardio de tetralogia de Fallot e correlacionaram-se com as dimensões das câmaras direitas e com a gravidade do refluxo pulmonar. Valores de corte das dimensões das câmaras direitas e dos índices de gravidade do refluxo pulmonar podem se constituir em parâmetros úteis no seguimento dos pacientes no pós-operatório tardio de tetralogia de Fallot com lesão residual.ia-pressão da curva de velocidade do refluxo pulmonar (r= -
Palavra-chave Ecocardiografia Doppler
Refluxo pulmonar
Tetralogia de Fallot
Echocardiography, Doppler
Lung reflux
Tetralogy of Fallot
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2009-09-30
Publicado em TATANI, Solange Bernardes. Parâmetros ecocardiográficos e peptídeo natriurético cerebral em pacientes no pósoperatório tardio de tetralogia de Fallot. 2009. 68 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 68 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9910

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-00388.pdf
Tamanho: 783.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta