Papilomavírus Humano (HPV) e práticas contraceptivas entre universitários

Papilomavírus Humano (HPV) e práticas contraceptivas entre universitários

Título alternativo Human papilomavirus and preventive practices among college students
Autor Costa, Larissa Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Goldenberg, Paulete Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo HPV is an important public health sexually transmitted disease (STD) mainly because recognition of its association with cervix cancer. The purpose of this study was to characterize the level of knowledge about HPV and preventive practices among college students, with intention to support health care protocols. Descriptive data collection enrolled a self-completion questionnaire with open-ended and multiple response questions, addressed to first and third year college students of Campus Baixada Santista of Federal University of Sao Paulo – UNIFESP. Questions regarding socio-demographic characteristics, sexual behavior and preventive practices, knowledge and preventive attitudes concerning HPV were investigated. Qualitative and quantitative analyses were performed. 283 students returned questionnaires – 146 and 137 of the first and third year, respectively. White, female and young students were predominant. The majority of the respondents came from Sao Paulo or nearby cities, lives in Santos and is financially supported by parents. Intercourse was cited by more than half of the respondents, gathering first and third year students – where male and third year students were in higher proportion. Age of sexual initiation was concentrated between 15 and 17 years old. More than 85,0% of respondents referred use of any preventive method during the first sexual relation, where female was preponderant. Pregnancy was the main concern among the whole sample, followed by STD prevention. Reports concerning the last intercourse among sexually active students at the moment of questionnaire application (43,1% of the first year and 55,5% of the third year) revealed higher rate of condom use among first year than third year students, whereas increasing use of oral contraceptive was observed in the latter. Respondents referred knowledge about STD, giving greatest importance to AIDS, followed by Syphilis. HPV was the fourth most important STD among first year students and the third among third year students. Although acquaintance about HPV increased from the first year (54,1%) to the third year (85,4%), both groups demonstrated incomprehension regarding its characteristics such as transmission, consequences or prevention. The current study showed lack of knowledge concerning transmission by contact, non-acquaintance about disease consequences, and predominance of perception that HPV is associated to female-specific disease. Not only oral contraceptive fails to prevent HPV transmission, but condoms do not avoid its contamination as well. This survey revealed the need for available information addressed to college students concerning characteristics of HPV disease.

O HPV é uma DST viral de grande importância na Saúde Pública, particularmente, desde o reconhecimento de sua associação com a ocorrência do câncer de colo uterino. Coloca-se, a propósito, a realização do diagnóstico sobre o conhecimento do HPV e práticas preventivas entre universitários, tendo em vista subsidiar programas de intervenção. O levantamento, de caráter descritivo, envolveu a aplicação de um questionário, com perguntas abertas e fechadas, circunscrito aos alunos do primeiro e terceiro ano dos cursos do Campus da Baixada Santista da UNIFESP. O questionário comportou informações sócio demográficas, seguidas da identificação do comportamento sexual, destacando-se as práticas preventivas e, finalmente, o conhecimento e atitudes de prevenção relativas ao HPV. Os dados foram quantificados sendo utilizada a análise de conteúdo na consideração dos dados qualitativos. Participaram da investigação 283 alunos - 146 do primeiro e 137 terceiro ano. Predominaram alunos jovens, do sexo feminino e de cor branca. Oriundos da capital e do interior de São Paulo, os alunos residem em Santos e são sustentados pelos pais. Mais da metade dos alunos, tanto do primeiro como do terceiro ano referiram já terem sido iniciados sexualmente – destacando-se proporções maiores entre alunos do sexo masculino e entre os estudantes da terceira série. A idade da iniciação sexual se concentrou na faixa de 15 a 17 anos. Mais de 85,0% dos alunos usaram algum recurso preventivo nesta ocasião, salientando que mais alunas do que alunos referiram seu uso. Constou do universo dos alunos a preocupação em evitar a gravidez, secundada pela prevenção de DST. Reportando a última relação sexual entre os alunos sexualmente ativos no momento da aplicação do questionário (43,1% no primeiro ano e 55,5% no terceiro ano), chamou a atenção o uso elevado de preservativos, sendo maior esta proporção entre alunos do primeiro do que do terceiro ano, em detrimento do uso crescente da pílula nesta série. Os alunos alegaram conhecer as DSTs valorizando a AIDS, em primeira instância, seguida da Sífilis. O HPV apareceu citado somente em quarto lugar entre os alunos do primeiro ano e em terceiro lugar pelos alunos do terceiro ano. Embora o conhecimento do HPV fosse crescente do primeiro (54,1%) para o terceiro ano (85,4%), sua apreciação é relativizada quando se trata das especificidades da doença por referência a transmissão, consequências e prevenção. O estudo registrou desconhecimento em relação a transmissão por contato, dúvidas sobre as implicações que a doença acarreta, prevalecendo sua associação como doença predominantemente de mulheres. Se a pílula utilizada isoladamente obscurece o dimensionamento das práticas de prevenção em relação ao HPV, o recurso exclusivo do preservativo também encerra limitações no tocante à prevenção da doença. A investigação apontou para a necessidade de disponibilizar informações aos universitários relativas ao HPV em atenção as especificidades da doença.
Palavra-chave Contracepção
Juventude
Prevenção
Idioma Português
Data de publicação 2010-09-29
Publicado em COSTA, Larissa Aparecida. Papilomavírus Humano (HPV) e práticas contraceptivas entre universitários. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 159 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9906

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-268.pdf
Tamanho: 1.535MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta