Onicomicoses e tinea pedis em atletas do Planalto Médio do Rio Grande do Sul – Brasil

Onicomicoses e tinea pedis em atletas do Planalto Médio do Rio Grande do Sul – Brasil

Título alternativo Onychomycosis and tinea pedis in athletes of the Middle Plateau of Rio Grande do Sul - Brazil, 2009
Autor Sabadin, Clarice Elvira Saggin Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gompertz, Olga Fischman Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: onychomycosis and tinea pedis are superficial fungal infections caused primarily by dermatophytes, which may interfere with personal performance, professional and social life. However, there are few investigations about mycoses situation among athletes. Objective: to investigate the prevalence of foot fungal infections, comparing athletes and non-athletes from the Middle Plateau of Rio Grande do Sul state, Brazil. Methods: one hundred male athletes, between 18 and 40 years, from the cities of Passo Fundo, Erechim, Tapejara and Sarandi were included in this study. The control group was consisted of 100 non-athletes at the same age and sex. Scales of the skin and/or nails were collected for direct examination and fungal culture. The chi-square and Mann-Whitney tests were employed with significance level of 0.05. Results: the prevalence of foot fungal infections was similar between athlete and non-athlete population. Among the athletes, we observed 32 positive cases for fungal infection: 16 of onychomycosis, 12 of tinea pedis and four of onychomycosis and tinea pedis association. Among non-athletes, there were 20 cases of fungal infection: 10 of onychomycosis, seven of tinea pedis and three of onychomycosis and tinea pedi association. The nails of the first and second toes were the most affected. Distal and lateral subungual onychomycosis was the main type of onychomycosis in both groups: athlete (90%) and non-athlete (100%). The identified dermatophytes (n = 39) were Trichophyton rubrum (56.5% and 56.3%), Trichophyton mentagrophytes (30.4% and 31.3%), Microsporum canis (8.7% and 6.2%), Epidermophyton floccosum (4.4% and 6.2%), respectively from athletes and non-athletes. Among the yeasts (n = 5), Candida albicans (40%), Candida parapsilosis (20%), Candida tropicalis (20%) and Trichosporon spp (20%) were identified among athletes. Among non-athletes (n = 2): C. albicans (50%) and C. parapsilosis (50%). Among the analyzed predisposing factors for onychomycosis in athletes, significance was found in: familial cases of fungal infection (p = 0.001), domestic animals contact (p = 0.007) and nail trauma (p = 0.033). In non-athletes, the habit of not using slippers in common use bathrooms and changing rooms (p = 0.014) and nail trauma (p = 0.004) were significant. Analyzing the same predisposing factors for tinea pedis, the habit of not using sandals in common use bathrooms and changing rooms (p = 0.001) was a predisposing factor for both groups and excessive sweating only in the group of non-athletes (p = 0.019). Conclusion: based on the results of this work, we concluded that there was no significant difference in foot fungal infections between the athlete and non-athlete groups, the main found agents were dermatophytes followed by yeasts.

Introdução: onicomicoses e tinea pedis são infecções fúngicas superficiais bastante comuns causadas principalmente por dermatófitos, que podem interferir no desempenho pessoal, profissional e social. Entretanto, pouco se conhece sobre a situação dessas micoses entre os atletas. Objetivo: investigar a prevalência das infecções fúngicas dos pés entre atletas e não atletas do Planalto Médio do Rio Grande do Sul. Material e métodos: foram estudados 100 atletas masculinos, entre 18 e 40 anos, provenientes das cidades de Passo Fundo, Erechim, Tapejara e Sarandi. O grupo controle era constituído de 100 indivíduos não atletas, da mesma faixa etária e sexo. Escama da pele e/ou das unhas que apresentavam qualquer alteração foram coletadas para exame micológico direto e cultura. Empregaram-se os testes qui-quadrado e Mann-Whitney com nível de significância p<0,05. Resultados: a frequencia das infecções fúngicas dos pés foi semelhante entre os grupos atleta e não atleta. Entre os atletas foram diagnosticados 32 casos de infecção fúngica, dos quais 16 de onicomicose, 12 de tinea pedis e quatro de onicomicoses e tinea pedis associadas. Entre os não atletas foram verificados 20 casos de infecção, dos quais 10 de onicomicose, sete de tinea pedis e três de onicomicoses e tinea pedis associadas. As unhas mais acometidas foram as do primeiro e segundo pododáctilo; onicomicose subungueal distal e lateral foi a principal forma de onicomicose nos grupos atleta (90%) e não atleta (100%). Os dermatófitos identificados (n = 39) foram Trichophyton rubrum (56,5% e 56,3%), Trichophyton mentagrophytes (30,4% e 31,3%) Microsporum canis (8,7% e 6,2%), Epidermophyton floccosum (4,4% e 6,2%) isolados respectivamente de atletas e não atletas. Entre as leveduras (n = 5), Candida albicans (40%), Candida parapsilosis (20%), Candida tropicalis (20%) e Trichosporon spp (20%) foram identificadas entre os atletas. Entre os não atletas (n = 2) C. albicans (50%) e C. parapsilosis (50%). Foram fatores predisponentes para onicomicoses, entre os atletas, casos familiares de infecção fúngica (p = 0,001), contato com animais domésticos (p = 0,007) e trauma ungueal (p = 0,033) e para os não atletas, o hábito de não usar chinelo em banheiros e vestiários de uso comum (p = 0,014) e trauma ungueal (p = 0,004). Quanto a tinea pedis, o hábito de não usar chinelo em banheiros e vestiários de uso comum (p = 0,001) foi fator predisponente para os dois grupos e a sudorese excessiva somente no grupo dos não atletas (p = 0,019). Conclusão: Com base nos resultados da presente investigação, não houve diferença significante quanto às infecções fúngicas podais entre os grupos atleta e não atleta e os principais agentes encontrados foram os dermatófitos seguidos das leveduras.
Palavra-chave Athletes
Atletas
Dermatophytes
Dermatófitos
Tinea pedis
Tinea pedis
Onicomicoses
Onychomycosis
Idioma Português
Data de publicação 2009-07-29
Publicado em SABADIN, Clarice Elvira Saggin. Onicomicoses e tinea pedis em atletas do Planalto Médio do Rio Grande do Sul – Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9884

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-00221a.pdf
Tamanho: 1.222MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-00221b.pdf
Tamanho: 1.387MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta