Obesidade abdominal e a morbimortalidade por doenças crônicas entre nipo-brasileiros: um estudo de coorte

Obesidade abdominal e a morbimortalidade por doenças crônicas entre nipo-brasileiros: um estudo de coorte

Título alternativo Abdominal obesity and chronic disease morbimortality between Japanese-Brazilians: a cohort study
Autor Bevilacqua, Marselle Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gimeno, Suely Godoy Agostinho Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Saúde coletiva – São Paulo
Resumo Objective: To describe mortality (all causes and cardiovascular diseases) and incidences of diabetes and hypertension among Japanese-Brazilians according to the presence of abdominal obesity defined from different anthropometric measures. Methods: In this cohort study, we used in the mortality study data from 1567 Japanese-Brazilians (n = 727 in the diabetes incidence study and n = 655 in the hypertension incidence study) aged 30 years and both genders. The subjects were followed for 14 years and we collected at baseline socio-demographic, lifestyle, metabolic and anthropometric data. We defined as dependent variables (outcomes) the status at the end of the study (alive versus death from all causes or live versus death from cardiovascular diseases) and the occurrence of new cases of diabetes or hypertension (yes versus no). The presence of abdominal obesity at baseline according to each of the three anthropometric measures (waist circumference, waist-to-hip ratio and waist-to-height ratio) was the independent variable of principal interest. We estimated mortality rates and incidence of diabetes and hypertension, by point and by 95% confidence intervals. In multivariable analysis we used the Poisson model to obtain the adjusted mortality or incidence rate ratios and the presence of abdominal obesity. The ROC curve was used to identify anthropometric variables cutoff points with the best capacity to predict the interest outcomes, for each gender separately. Results: The overall mortality was 10.68/1,000 person-years and the diabetes and hypertension incidences were, respectively, 20.28/1,000 person-years and 49.81/1,000 person-years. It was noted at the beginning of the study, high prevalence of abdominal obesity (values between 38.5% and 74.4%). In analysis with multiple regression models, it was found that the presence of abdominal obesity by waist-to-hip ratio was associated with mortality. In addition, male gender, age 60 years and have hypertension were independent risk factors for mortality and work placement was a risk factor for developing diabetes. The cutoff points identified for waist circumference, waist-to-hip ratio and waist-to- height ratio, as indicative of the presence of abdominal obesity, especially among men, were lower than those proposed in the literature Conclusions: The prevalence of abdominal obesity was high among Japanese- Brazilians and waist-to-hip ratio was an independent risk factor for mortality. It is necessary to reevaluate the cutoff points proposed in the literature, particularly among men, considering the differences in body composition of different ethnic groups.

Objetivo: Descrever a mortalidade (por todas as causas e por doenças cardiovasculares) e as incidências de diabetes e hipertensão entre nipo-brasileiros segundo a presença de obesidade abdominal definida a partir de diferentes medidas antropométricas. Material e Métodos: Neste estudo de coorte, utilizaram-se dados de 1567 nipo-brasileiros para o estudo de mortalidade (n = 727 para o estudo de incidência de diabetes e n = 655 para o estudo de incidência de hipertensão), com idade 30 anos e de ambos os sexos. Os indivíduos foram acompanhados por 14 anos e coletaram-se, na linha de base, informações sobre dados sócio-demográficos, de estilo de vida, metabólicos e antropométricos. Definiram-se, como variáveis dependentes (desfechos), a condição ao final do estudo (vivo versus óbito por todas as causas ou vivo versus óbito por doenças cardiovasculares) e a ocorrência de casos novos de diabetes ou de hipertensão (sim versus não). A presença de obesidade abdominal segundo cada uma das três medidas antropométricas (perímetro de cintura, razão cintura quadril e razão cintura estatura), na linha de base do estudo, foi a variável independente de principal interesse. Estimaram-se os coeficientes de mortalidade e de incidência de diabetes e hipertensão, por ponto e por intervalo com 95% de confiança. Em análise múltipla utilizou-se o modelo de Poisson para obter as razões ajustadas entre os coeficientes de mortalidade ou de incidência e a presença de obesidade abdominal. Utilizou-se, para cada sexo separadamente, a curva ROC na identificação dos pontos de corte das variáveis antropométricas com melhor capacidade preditiva dos desfechos de interesse. Resultados: O coeficiente geral de mortalidade foi de 10,68/1000 pessoas-ano e os de incidência de diabetes e de hipertensão foram, respectivamente, 20,28/1000 pessoas-ano e 49,81/1000 pessoas-ano. Observou-se, no início do estudo, elevada prevalência de obesidade abdominal (valores entre 38,5% e 74,4%). Em análise com modelo de regressão múltiplo, verificou-se que a presença de obesidade abdominal, pela razão cintura quadril, associou-se a mortalidade. Além disso, o sexo masculino, a idade 60 anos e ter hipertensão arterial foram fatores de risco independentes para a mortalidade e exercer atividade profissional foi fator de risco para o desenvolvimento do diabetes. Os pontos de corte identificados para o perímetro de cintura, razão cintura quadril e razão cintura estatura, como indicativos da presença de obesidade abdominal, especialmente entre os homens, foram menores que os propostos na literatura Conclusões: A prevalência de obesidade abdominal foi elevada entre os nipo-brasileiros e a razão cintura quadril elevada foi fator de risco independente para a mortalidade. É necessário reavaliar os pontos de corte propostos na literatura, particularmente entre os homens, considerando as diferenças na composição corporal dos distintos grupos étnicos.
Palavra-chave Antropometria
Migrantes japoneses
Mortalidade
Obesidade abdominal
Anthropometry
Doenças crônicas
Abdominal obesity
Mortality
Chronic disease
Japanese migrants
Idioma Português
Data de publicação 2010-08-25
Publicado em BEVILACQUA, Marselle Rodrigues. Obesidade abdominal e a morbimortalidade por doenças crônicas entre nipo-brasileiros: um estudo de coorte. 2010. 187 f. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 187 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9877

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-261a.pdf
Tamanho: 9.179MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-261b.pdf
Tamanho: 10.26MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta