O teste de caminhada de seis minutos pode ser preditor de complicações pulmonares pós-operatórias em doentes submetidos à cirurgias abdominais altas?

O teste de caminhada de seis minutos pode ser preditor de complicações pulmonares pós-operatórias em doentes submetidos à cirurgias abdominais altas?

Título alternativo Is the six minute walking test a predictor of postoperative pulmonary complication after upper abdominal surgery?
Autor Paisani, Denise de Moraes Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Faresin, Sonia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: The six minute walking test (6MWT) is a submaximal exercise test that has been accepted as an indicator of functional status and has been a good predictor of postoperative pulmonary complications (PPC) and mortality in thoracic surgery; however, its role to predict PPC in upper abdominal surgery (UAS) remains unknow. Objective: To test the hypothesis that the 6MWT performance can predict PPC in patients submitted to elective UAS. Methods: This prospective cohort study was performed on 137 consecutive patients undergoing UAS. The 6MWT and spirometry was undertaken on the day before the surgery. Patients were accompanied daily during the postoperative period by a senior physician, blinded to the data obtained in preoperative period. PPC included pneumonia, tracheobronquitis, atelectasis with clinical repercussion, bronchoespasm and acute respiratory failure. T-test (continuous, normal distribution),Mann-Whitney (continuous, anormal distribution) and X2 (categorical) analyses were performed to compare PPC and non PPC group. A p-value of less than 0,05 was considered statistically significant. Results: PPC was developed by 7.2% of the patients. There is no association between the distance performed in 6MWT and PPC (p =0,597). However, mortality and length of stay were associated with PPC (p<0,000; p=0,001 respectively). Besides, advanced age, Pereira prognostic index and surgical time were independent risk factors for PPC following UAS (p=0,033; p=0,023,respectively) Conclusion: The distance walked in the 6MWT in preoperative period seems to be not a good predictor for PPC following UAS.

Introdução: O teste da caminhada de seis minutos (TC6M) é um teste de exercício submáximo considerado como um indicador da capacidade funcional e tem sido aceito como preditor de complicações pulmonares pós-operatórias (CPP) e mortalidade em cirurgias torácicas. Entretanto, seu papel para predizer CPP em cirurgia abdominal alta (CAA) ainda é incerto.Objetivo: Testar a hipótese de que o TC6M pode predizer CPP em doentes submetidos à CAA.Métodos: Este estudo de coorte foi realizado em 137 doentes submetidos à CAA consecutivamente. O TC6M e a espirometria foram realizadas um dia antes do procedimento operatório. Os doentes eram acompanhados durante o período pós-operatório pela equipe médica, a qual era cega às avaliações pré-operatórias. As CPP consideradas foram: pneumonia, traqueobronquite, atelectasia com repercussão clínica, broncoespasmo e IrpA. Foram realizadas as seguintes análises Teste t student (contínuas, distribuição normal), Mann – Whitney (contínuas, distribuição não normal) e Qui quadrado (categóricas) para comparar os grupos com e sem CPP. Resultados: CPP ocorreu em 7.2% dos doentes. Não houve relação entre as distâncias caminhadas no TC6M e a ocorrência de CPP (p=0,597). Entretanto, mortalidade e dias de internação hospitalar associaram-se a presença de CPP (p< 0,000 e p = 0,001, respectivamente). Idade avançada, índice prognóstico de Pereira e tempo cirúrgico foram fatores independentes para a ocorrência de CPP em CAA (p= 0,033; p=0,001; p=0,023, respectivamente). Conclusão: A distância caminhada no TC6M no período pré-operatório não comportou-se como preditora de CPP em doentes submetidos à CAA.
Palavra-chave Abdome/cirurgia
Complicações pós-operatórias
Fatores de risco
Exercício
Abdomen/surgery
Postoperative complications
Risk factors
Exercise
Idioma Português
Data de publicação 2010-03-31
Publicado em PAISANI, Denise de Moraes. O teste de caminhada de seis minutos pode ser preditor de complicações pulmonares pós-operatórias em doentes submetidos à cirurgias abdominais altas?. 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 112 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9871

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-328.pdf
Tamanho: 683.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta