O desempenho escolar de alunos da periferia: elementos para uma etnografia de construção de representações sobre fracasso escolar

O desempenho escolar de alunos da periferia: elementos para uma etnografia de construção de representações sobre fracasso escolar

Título alternativo The school development of suburb students: elements for ethnography of construction of the representants concerning school failure
Autor Mecena, Elizane Henrique de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Freitas, Marcos Cezar de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This paper aims to comprehend the representants parents, students, teachers and education professionals from a suburb school in a big city have concerning school failure. The chosen approach considered urban researches (VELHO and KUSCHNIR, 2003) because it is believed the school not as an institution apart from the social dynamic as a whole. In order to engage this action, a theoretical-methodological hub was taken for the social configuration study (ELIAS, 2000, LAHIRE, 2004), of the interdependencies and the social relations complexities that may exist in the phenomenon called school failure from suburb students (LAHIRE, 2004). The ethonography (GEERTZ 2008; WOODS 1987,1999 ), together with its researches sources was the prioritized tool to engage an participative research (WHYTE, 2005) which would be able to unravel the representants of the involved groups had in the neighborhood, the school and in possible students profiles (KAPLAN 2009) towards the evaluations from the central state education organ. This organ states to be able to see with this evaluation the development of its schools units as a portrait (picture). Therefore, in the counter-face, the photography (DUBOIS, 1993; ADAMS, 2000; SONTAG 2003, COUTINHO, 2009; SOUTAGE 2010) was also present in this paper making it possible the analysis of an imagery speech which was shown, on the other hand, the site, the people and the school, also supplied conceptual elements where a greater approach was possible as a way to see the school used by the state organ. The use of the tools in the ethonograpical research, as well as the means brought by the camera contributed to make my approach even closer to the people who participated in this research and for me to be absorbed little by little by the community in a duality of belonging and also keeping me as a foreigner in the search to understand the found dynamics. The observations were written down in field notebooks, which were added to the applied structured and semi-structured survey questions contents and from the interviews transcriptions. I have organized groups and searched data in the files and in the school documents. This research was carried out in a suburb school that was evaluated by Saresp (Evaluation System of School Performance in São Paulo) as one the 100th worst schools from the state of São Paulo in performance in 2007. The study subjects were the groups from the morning and afternoon shifts from the 5th grade from elementary school until the 3rd year of high school , teachers, parents, students, and school professionals who participated in the research and made the analysis possible. The overall situation was analyzed according to BAUMAN (2003,2005,2008,2009); LAHIRE (2004); DUBET (2008). The analysis showed that who make the everyday school know the difficulties found in order to achieve school success, showed their feelings, their conflicts inside and outside the school to overcome the school failure.

Esta pesquisa teve como objetivo compreender as representações que pais, alunos, professores e trabalhadores da educação de uma escola da periferia de uma grande cidade têm sobre o fracasso escolar. A abordagem escolhida considerou as pesquisas urbanas (VELHO e KUSCHNIR, 2003) por acreditar que a escola não é uma instituição apartada da dinâmica social como um todo. Para empreender tal ação, tomou-se como eixo teórico - metodológico o estudo das configurações sociais (ELIAS,2000, LAHIRE,2004), das interdependências e da complexidade das relações sociais que podem existir no fenômeno chamado fracasso escolar de alunos de periferias (LAHIRE, 2004). A etnografia (GEERTZ 2008; WOODS 1987,1999 ), com seus recursos de pesquisa, foi a ferramenta priorizada para se empreender uma pesquisa participante (WHYTE, 2005) que possibilitasse destrinchar as representações que os grupos ouvidos tinham sobre o bairro, a escola e os possíveis perfis de alunos (KAPLAN, 2009) em relação às avaliações do órgão estadual central da educação. Órgão esse que afirmava ver com a avaliação o desempenho de suas unidades escolares como se fosse um retrato. Por isso, na contra-face, a fotografia (DUBOIS, 1993; ADAMS, 2000; SONTAG, 2003; COUTINHO, 2009; SOUTAGE, 2010) também compareceu ao trabalho possibilitando a análise de um discurso imagético que revelou, por um outro ângulo, o lugar, suas pessoas e a escola; forneceu, também, elementos conceituais que possibilitaram maior aproximação com a forma de ver a escola utilizada pelo órgão central.O uso das ferramentas da pesquisa etnográfica, assim como a mediação trazida pela câmera fotográfica terminaram por contribuir para que eu pudesse me aproximar mais dos participantes da pesquisa e fosse aos poucos sendo absorvida pela comunidade numa dualidade de pertencer e me manter, ao mesmo tempo, estrangeira na busca pela compreensão das dinâmicas encontradas. As observações feitas foram anotadas em cadernos de campo, o que se somou aos conteúdos dos questionários estruturado e semi estruturado aplicados, das transcrições de entrevistas. Organizei grupos e pesquisei dados nos arquivos e nos documentos escolares. A pesquisa foi feita numa escola de periferia que foi tida pelo Saresp (Sistema de avaliação do rendimento escolar de São Paulo) como uma das 100 piores escolas do Estado em desempenho no ano de 2007. Foram tomadas como objeto de estudo as turmas do período matutino e vespertino entre 5ª série do ensino fundamental e 3ª série do ensino médio, professores, pais, alunos e funcionários da escola que aderiram a pesquisa propiciaram a análise aqui apresentada. A situação como um todo também foi analisada à luz de BAUMAN (2003,2005,2008,2009); LAHIRE (2004); DUBET (2008). As análises demonstraram que os que fazem a escola cotidianamente têm conhecimento das dificuldades encontradas na busca pelo sucesso escolar, revelaram seus sentimentos, seus confrontos intra e extra muros na busca por vencer o fracasso escolar.
Palavra-chave Alunos
Fracasso escolar
Periferia
Pesquisa urbana
Pobreza
Poverty
School failure
Students
Suburbs
Urban research
Ethnography
Etnografia
Idioma Português
Data de publicação 2011-08-23
Publicado em MECENA, Elizane Henrique de. O desempenho escolar de alunos da periferia: elementos para uma etnografia de construção de representações sobre fracasso escolar. 2011. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/9850

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-ElizaneHenriqueMecenas.pdf
Tamanho: 22.26MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta